Memórias e Arquivos da Fábrica de Loiça de Sacavém

Novembro 11 2012

 

Prato fundo, com cerca de 21,4 cm. de diâmetro, sem qualquer marca mas de possível fabrico português.

 

Apresenta a particularidade de ostentar um motivo central que se foi desenvolvendo em três diferentes fases cromáticas – primeiro surgiram o verde, o castanho claro e o encarnado, aplicados sobre stencil ou chapa recortada; depois o castanho escuro, em barbotina aplicada livremente, que veio conferir baixo-relevo ao desenho; finalmente, o amarelo, aparentemente aplicado também sobre stencil.

 

Quer o motivo central quer o estampilhado do rebordo foram aplicados sobre o tradicional revestimento estanífero opaco, que confere maior projecção ao baixo-relevo.

 

Por curiosidade, pode observar-se abaixo uma diferente técnica para representar um motivo semelhante. Trata-se de um prato produzido na fábrica francesa B. H. & Cie., de Boisy-le-Roy, onde o desenho surge como um relevo negativo moldado na pasta. Depois de preenchido com o vidrado, este passa a dar uma noção de quase tridimensionalidade que lhe advem das suas diferentes profundidades.

 

 

A fábrica Boulenger-Hautin et Cie. teve a sua origem na empresa Paillart, fundada em 1804. Em 1824, Valentin Paillart (?-1836?), o único sobrevivente daquela sociedade de três irmãos, associou-se a Hippolyte Hautin (datas desconhecidas). Por sua vez, este associou-se a Louis Boulenger (?-1863?) em 1836, dando origem à B. H. & Cie.

 

O filho deste último, Hippolyte Boulenger (1836-1892), passou a administrar a fábrica a partir de 1863. Embora a marca B. H. & Cie. continuasse a ser usada, até pela coincidência de iniciais, a companhia passou a denominar-se Hippolyte Boulenger et Cie. a partir de 1878.

 

A empresa continuou a expandir-se até 1920, ano em que adquiriu as fábricas de faiança de Creil-Montereau e passou a denominar-se Hippolyte Boulenger, Creil, Montereau. Mas este apogeu veio a revelar-se dramático ao longo da década seguinte. Embora continuasse a operar em Montereau até 1955 a companhia acabou por encerrar a sua fábrica em Choisy-le-Roi no ano de 1936, sendo essas instalações demolidas em 1952. 

 

Sobre esta empresa ver: http://fr.wikipedia.org/wiki/Fa%C3%AFence_de_Choisy-le-Roi e http://www.ihs94.org/spip.php?article57.

 

© MAFLS


mais sobre mim
Novembro 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9

13
15

19
21
23

27
29


pesquisar