Memórias e Arquivos da Fábrica de Loiça de Sacavém

Março 01 2013

Herbert Gilbert fotografado cerca de 1900.

© Clive Gilbert

 

O INÍCIO DE UMA CARREIRA NA FLS (VII)

 

Já que no último texto falei do cemitério inglês, aproveito para continuar no mesmo tema. Aparentemente o barão Howorth, que, como escrevi, está sepultado em Lisboa, no Cemitério Inglês, à Estrela, teve duas relações extra-conjugais das quais resultaram diversos descendentes. Um deles tinha muita admiração pelo progenitor e quando estava já perto da morte pediu para ser sepultado junto do pai. No entanto, quer porque estivesse perante descendência ilegítima quer porque estivesse perante um não convertido, a igreja anglicana não achou bem esta ideia e recusou o pedido. O filho insistiu e a solução encontrada foi que ele ficasse na mesma sepultura, mas sem qualquer referência ao seu nome! Já agora, refira-se que o barão era homem de sólidas convicções, tendo na altura do Ultimato de 1890 ficado tão chocado com essa atitude do governo inglês que desistiu da nacionalidade inglesa e assumiu a portuguesa!

 

A informação sobre o filho ilegítimo do barão foi-me transmitida por uma conservadora do cemitério, a D. Adelina, que ali trabalhou até completar cem anos, após o que foi condecorada pela rainha Isabel II. Outra observação efectuada por ela veio ainda complementar aspectos do último texto, particularmente quando escrevi que o meu avô, já perto da morte, se converteu ao catolicismo. Havia ali, segundo a D. Adelina, uma pequena correcção a fazer. Sendo a minha avó Laura católica (e bastante beata!) como seria possível o meu pai ser protestante? Aparentemente o meu avô entendia que o meu pai e seu único filho, Leland, deveria ser baptizado como protestante. Sabendo que não valia a pena perder tempo a argumentar com a minha avó, decidiu, sem a avisar, levar o meu pai à igreja anglicana de S. Jorge, junto ao cemitério, onde o fez baptizar. Claro que a minha avó nunca o desculpou e, sessenta anos depois (ai estes Madeirenses!), não tendo esquecido a afronta, obrigou-o a converter-se…

 

Quanto à D. Adelina, contou-me também que o seu nascimento tinha sido o primeiro a ser registado em Viseu após a queda da monarquia. Contou-me ainda que, mais tarde, já crescida, o que ela e outros jovens da região gostavam de fazer era irem divertir-se a Aveiro!

 

Depois de mais este pequeno desvio, prometo que em breve voltarei com muito gosto a Sacavém, onde passei alguns dos melhores, bem como alguns dos piores, tempos da minha vida…

 

© Clive Gilbert

© MAFLS


mais sobre mim
Março 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

11
13
15

19
21

25
27
29



pesquisar