Memórias e Arquivos da Fábrica de Loiça de Sacavém

Setembro 10 2009

 

 

Prato estampado em policromia, celebrando o sétimo centenário do nascimento de Santo António de Lisboa (1195-1231), conhecido também como Santo António de Pádua.

 

A imagem evoca um episódio mencionado nos relatos medievais da vida dos santos que se seguiram à  Legenda Aurea, de Jacobus de Voragine (c. 1230-1298), particularmente nos diversos Flos Sanctorum, e que foi fixado para a parenética e para a literatura pelo Padre António Vieira (1608-1697), no seu famoso Sermão de Santo António aos Peixes (1654).

 

A marca Real Fábrica de Sacavém está associada à protecção real concedida à fábrica, particularmente durante a vida do rei consorte D. Fernando II (1819-1885), e à nomeação em 1885 de John Stott Howorth (1829-1893) como Barão Howorth de Sacavém, título que lhe foi concedido por D. Luís I (1838-1889; rei, 1861-1889).

 

A designação "Real" segue a tradição inglesa de atribuição de privilégios a determinadas empresas e fornecedores reais, numa nomenclatura que inclui as designações "Royal", "Purveyor" e "By appointment to".

 

Este prato apresenta uma marca aplicada sobre o vidrado, algo pouco comum na FLS, pelo que este facto, aliado à limpidez da legenda, poderá traduzir uma adopção desta prática no período de  transição para a marca da administração dos herdeiros do Barão Stott Howorth e de James Gilman.

 

 

© MAFLS


mais sobre mim
Setembro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9





pesquisar
 
subscrever feeds