Memórias e Arquivos da Fábrica de Loiça de Sacavém

Dezembro 30 2009

 

Prato da Fábrica do Carvalhinho, pintado à mão sob o vidrado.

 

Este formato é mais tardio que qualquer um daqueles reproduzidos até ao momento, pois não se encontra ainda referenciado na tabela de preços que tem vindo a ser referida, a qual termina no modelo 130.

 

Como se verifica na imagem, este é o modelo número 148, ostentando a decoração número 8.

 

Esta peça foi exibida na exposição Portuguese Ceramics in the Art Deco Period, realizada em 2005 nos E.U.A.

 

 

© MAFLS


Dezembro 28 2009

 

Açucareiro de bonecas com decoração Art Déco, número  944, pintada à mão sobre o vidrado.

 

Esta peça foi exibida na exposição Portuguese Ceramics in the Art Deco Period, realizada em 2005 nos E.U.A.

 

 

© MAFLS

publicado por blogdaruanove às 21:01

Dezembro 26 2009

 

Copo antropomórfico, modelo Holandês, com decoração a esmalte sobre o vidrado.

 

Complementa um jarro apresentado anteriormente (cf. http://mfls.blogs.sapo.pt/18197.html).

 

Esta peça foi exibida na exposição Portuguese Ceramics in the Art Deco Period, realizada em 2005 nos E.U.A.

 

 

© MAFLS

publicado por blogdaruanove às 21:01

Dezembro 24 2009

 

Chávena de café e pires formato Estoril, em pasta azul, com a decoração número 933 a esmalte e dourado sobre o vidrado.

 

O registo desta decoração para cafeteira, existente no CDMJA, refere que a mesma se destina a serviços de café formato "Estoril", em barro marfim. Uma outra anotação refere que se fabrica nas variantes azul e preto, verde e preto, amarelo e preto, ouro e preto, amarelo e castanho, ouro e azul, e encarnado e preto.

 

Este formato, que se constitui como o paradigma máximo dos formatos Art Déco nos serviços de mesa da FLS, não é contudo original da fábrica. Conhece-se produção semelhante na Carlton Ware, de Inglaterra, a qual parece também não ter sido a empresa criadora do desenho original.

 

Esta peça foi exibida na exposição Portuguese Ceramics in the Art Deco Period, realizada em 2005 nos E.U.A.

 

 

© MAFLS


Dezembro 22 2009

 

Grande travessa, formato Hotel, estampada sob o vidrado com o motivo Chorão.

 

Para mais informação sobre alguns aspectos relacionados com este motivo pode consultar o seguinte texto: http://blogdaruaonze.blogs.sapo.pt/23504.html.

 

 

© MAFLS


Dezembro 20 2009

 

Azulejo com decoração sob o vidrado. No tardoz apresenta a inscrição Sacavem e o número 1, em relevo.

 

Notem-se os processos técnicos utilizados – preeenchimento cromático com diferentes aplicações para o azul claro e para as outras duas cores e posterior remate a preto da decoração, com delineação sobreposta.

 

© MAFLS

publicado por blogdaruanove às 21:01

Dezembro 18 2009

 

Açucareiro sem tampa, formato Coimbra, com a decoração número 733 a esmalte sobre o vidrado.

 

Note-se, uma vez mais, o problema decorrente desta técnica decorativa, a perda gradual de esmalte, e o claro gosto pela decoração floral Art Déco inspirada na obra de Clarice Cliff (1899-1972).

 

O formato Coimbra ainda não surgia na tabela de 1932, surgindo na de 1938 com peças para serviços téte-a-téte [sic], em pasta azul, verde ou marfim, e serviços de jantar, em pasta azul ou verde. O açucareiro, com capacidade de 1 decilitro e meio, surgia apenas no serviço tête-a-tête ao preço de1$20 para a classe I (sem decoração), 1$50 para a classe II (decoração sem ouro), 1$80 para a classe III (decoração com ouro),  2$20 para a classe IV (decoração fantasia) e 2$60 para a classse V (decoração extra), em qualquer uma das pastas.

 

Na tabela de 1949 os preços indicados eram os seguintes – 2$50 para as peças em branco, 3$00 para as peças da classe A (colorido s/ ouro), 3$50 para as peças da classe B (colorido s/ ouro) e 4$50 para as peças da classe C (colorido c/ ouro).

 

Uma vez que a decoração da peça reproduzida é manual, esta incluir-se-ia na classe IV de 1938 e na classe B de 1949. No entanto, este açucareiro apenas terá sido produzido a partir de 1946, ano em que a produção do formato Avenida, de que este motivo era exclusivo, foi descontinuada.

 

Esta peça foi exibida na exposição Portuguese Ceramics in the Art Deco Period, realizada em 2005 nos E.U.A.

 

 

© MAFLS


Dezembro 16 2009

 

Prato recortado da Fábrica do Carvalhinho, com pintura à mão sob o vidrado.

 

O formato da peça reproduzida encontra-se referido numa tabela de preços da Fábrica Cerâmica do Carvalhinho não datada, embora seja muito provavelmente da década de 1930, sob o número 29, prato rendilhado, ao preço de 12$50.

 

 

© MAFLS


Dezembro 14 2009

 

Prato coberto e travessa, formato Paris, estampados com o motivo Beira, sob o vidrado, apresentando filetagem e decoração complementar a ouro, sobre o vidrado.

 

 

© MAFLS


Dezembro 12 2009

 

Cinzeiro modelado por Leonel Cardoso (1898-1987), pintado a esmalte e ouro sobre o vidrado, com pilão amovível.

 

Ao contrário do que se poderia pensar, esta peça não foi produzida para a Exposição Colonial do Porto de 1934, nem para a Exposição do Mundo Português de 1940, pois o modelo número 647 ainda não surgia referenciado sequer na tabela de Maio de 1951. 

 

Na tabela de Maio de 1960 surge já referenciado sob a designação de Cinzeiro Preto, ao  preço de 35$00 para "Branco colorido sem ouro" e ao preço de 42$50 para "Vidros cores s/ dec., Branco col. c/ ouro e Pint. mod. s/ ouro".

 

 

© MAFLS

publicado por blogdaruanove às 21:01

mais sobre mim
Dezembro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
11

13
15
17
19

21
23
25

27
29
31


pesquisar
 
subscrever feeds