Memórias e Arquivos da Fábrica de Loiça de Sacavém

Julho 30 2010

 

Cinzeiro com o brasão de armas da Direcção-Geral de Material de Guerra estampado sobre o vidrado.

 

A partir do ano de 2003 a Direcção-Geral de Material de Guerra foi incorporada no Depósito Geral de Material do Exército (cf. http://www.exercito.pt/portal/exercito/_specific/public/allbrowsers/asp/projuhistory.asp?stage=1).

 

 

© MAFLS


Julho 28 2010

 

Detalhe do painel de azulejos intitulado Egas Moniz Apresentando-se, Com a Mulher e Filhos, ao Rei de Leão (século XII), que se encontra na estação ferroviária de S. Bento, Porto.

 

Colocado à esquerda da entrada do edifício, este é um dos diversos painéis do conceituado pintor Jorge Colaço (1868-1942) que revestem o átrio da estação.

 

 

© MAFLS

publicado por blogdaruanove às 21:01

Julho 26 2010

 

Prato fundo (de sopa) de C. & J. Shaw, Inglaterra, estampado com o motivo comercializado em Portugal sob a designação Estátua e popularmente conhecido como Cavalinho.

 

Conjuntamente com os motivos Chorão (Willow) e Faisão (Asiatic Pheasant), este foi um dos mais populares motivos da louça estampada  do nosso país. Curiosamente, tal não se verificou em Inglaterra, onde as fontes e os livros da especialidade lhe dedicam muito pouca atenção. Curiosamente, ainda, pouco se sabe sobre a empresa C. & J. Shaw, que poderia muito bem produzir essencialmente para exportação e cuja louça surge com alguma frequência nos antiquários de Portugal.

 

Relativamente à produção, e reprodução, nacional do motivo Estátua (cf. http://mfls.blogs.sapo.pt/tag/motivo+est%C3%A1tua), notem-se a qualidade e a nitidez desta gravura, bem como o facto de a estátua equestre não apresentar o braço direito levantado, como acontece nas gravuras da Fábrica das Devezas, da FLS e de Massarelos.

 

 

© MAFLS


Julho 24 2010


Azulejo, com detalhes em baixo-relevo, pintado à mão. No tardoz apresenta uma coroa e a inscrição "SACAVEM", em relevo.

 

Nesta decoração Art Nouveau, a pintura estilizada das flores, das hastes e das folhas do ciclamen encontra-se sobreposta a um desenho em baixo-relevo.

 

 

Papeleira, de meados do século XX, decorada com ciclamens gravados a ferro quente. No verso apresenta, também pirogravada, a inscrição [tipografia e papelaria] Guedes & Saraiva / Rua Aurea, Lisboa.

 

© MAFLS


Julho 22 2010

 

Azeitoneira formato Berlim com decoração, motivo 620 (?), a esmalte e ouro sobre o vidrado.

 

O formato Berlim já é referenciado na tabela de 1932, onde surgem os preços das seguintes peças – azeitoneiras (2$75, para branco, 3$90 para colorido s/ ouro, e 4$90, para colorido c/ ouro), molheiras (respectivamente, 5$50, 6$00 e 7$15), mostardeiras (3$00, 3$50, 4$50), pratos cobertos (14$50, 21$00, 26$00), pratos para terrina (6$85, 8$80, 11$75), saladeiras (16$50, 19$00, 24$00), terrinas (20$00, 26$00, 30$00), e travessas (11$75, 13$70, 15$65, para as peças do lote 13, com 44 cm; 8$15, 10$75, 12$70, para o lote 11, com 37 cm; e 5$85, 7$50, 11$05, para o lote 10, com 32 cm).

 

Embora esta tabela indique que as azeitoneiras Berlim medem 22 cm, o presente exemplar mede 24 cm.

 

O Catálogo de Formatos de Loiças Domésticas, de Maio de 1950, reproduz a fotografia das seguintes peças com o formato Berlim – azeitoneira, molheira, prato [raso], prato coberto, saladeira, e travessa.

 

Diversas peças deste formato – prato coberto, prato fundo, prato raso, saladeira, terrina, travessa, com a mesma decoração, foram exibidas numa exposição organizada pelo MCS, podendo-se encontrar as suas imagens no catálogo Porta Aberta às Memórias, volume I (2008).

 

 

© MAFLS


Julho 20 2010

 

Azulejos, com cenas rurais e religiosas, instalados no átrio da estação ferroviária de S. Bento, Porto.

 

Conforme referido anteriormente, e ao contrário do que algumas fontes declaram, estes azulejos foram produzidos na FLS entre 1905 e 1916, sob o traço e a orientação do pintor Jorge Colaço (1868-1942).

 

Na exposição As Fábricas de Loures no Contexto da República, actualmente a decorrer no MCS, pode-se consultar correspondência da FLS que atesta essa produção.

 

 

© MAFLS

publicado por blogdaruanove às 21:01

Julho 18 2010

 

Chávena de café com decoração sobre o vidrado e pires pintado sob o vidrado.

 

Uma peça similar foi exibida numa exposição organizada pelo MCS, podendo encontrar-se a sua imagem no catálogo da mesma – Porta Aberta às Memórias, volume I (2008). Conhecem-se ainda exemplares de chávenas decoradas com listas de outras cores.

 

A decoração aplicada nesta chávena evoca claramente os princípios do Minimalismo, movimento artístico com grande expressão nas artes plásticas, e na música, durante as décadas de 1960 e 1970.

 

© National Gallery of Canada / Musée des Beaux-Arts du Canada

 

Nas artes plásticas minimalistas, entre muitos outros, estão consagrados os nomes e as obras de Agnes Martin (1912-2004), Dan Flavin (1933-1996), Donald Judd (1928-1994) e Frank Stella (n. 1936), mas veja-se como a decoração desta chávena está muito próxima da obra reproduzida acima, Bi-sériel orange vert  (1967), do pintor canadiano Guido Molinari (1933-2004).

 

Em Portugal, na área da música, vários compositores se interessaram pelo Minimalismo. Um dos grupos que teve a sua produção da década de 1980 associada ao minimalismo repetitivo foi o grupo Telectu, que ainda hoje realiza concertos e se encontra na vanguarda do experimentalismo musical (cf. http://www.youtube.com/watch?v=-c3HVcPom9s e http://anos80.no.sapo.pt/telectu.htm). Entre a sua produção da década de 1990 saliente-se o notável álbum Biombos (gravado em 1992, editado em1994).

 

 

© MAFLS


Julho 16 2010

 

Azulejo estampado sobre o vidrado, apresentando no tardoz o número "2." em relevo.

 

Apesar de este exemplar não apresentar nenhuma marca da FLS, as suas dimensões e as características do tardoz permitem atribuir a sua produção a esta fábrica.

 

De facto, o motivo corresponde ao número 404-E ilustrado no catálogo de azulejos de Agosto de 1910, embora o motivo 417 também apresente o mesmo padrão que, no entanto, corresponderá provavelmente a uma versão em relevo.

 

Note-se como, a exemplo do anterior, este azulejo também apresenta defeitos de aplicação da decoração, aqui acentuados pelo maior desgaste decorrente de uma estampagem sobre o vidrado.

 

© MAFLS

publicado por blogdaruanove às 21:01

Julho 14 2010

Pequeno castiçal Carvalhinho com pintura à mão sob o vidrado.

 

Este castiçal surge na tabela de preços não datada que tem vindo a ser referida, sob o número 43, "Castiçal pequeno", ao preço de 6$00.

 

 

© MAFLS


Julho 12 2010

 

Azulejo com decoração estampada a azul, sob o vidrado. Embora este exemplar não apresente qualquer marca no tardoz, pelas suas dimensões, pela sua pasta e pela sua tipologia corresponderá à produção da FLS.

 

Notem-se os defeitos de estampagem que deixaram a decoração incompleta e alguns pontos de pigmentação azul sobre o fundo claro.

 

© MAFLS

publicado por blogdaruanove às 21:01

mais sobre mim
Julho 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9

11
13
15
17

19
21
23

25
27
29
31


pesquisar
 
subscrever feeds