Memórias e Arquivos da Fábrica de Loiça de Sacavém

Setembro 30 2010

 

Detalhes de painéis de azulejos da estação ferroviária de S. Bento, Porto.

 

Notem-se as manchas presentes na imagem superior, que correspondem à tela adesiva colocada para suster alguns dos azulejos dos diversos painéis que necessitam de urgente consolidação.

 

 

Este último é um dos painéis restaurados, parcial ou extensivamente, em 1978, por F. Gonçalves (activo entre c. 1954 e c. 1978), pintor que esteve ligado à Fábrica do Carvalhinho, de Vila Nova de Gaia.

 

 

© MAFLS


Setembro 28 2010

 

Bule estampado com o motivo Fetos sob o vidrado.

 

 

© MAFLS


Setembro 26 2010

 

Tigela formato Sacavém com decoração a chapa recortada (stencil) e aerógrafo.

 

 

© MAFLS


Setembro 25 2010

 

Prato recortado, e pintado à mão, da Fábrica Sant'Anna, Lisboa (http://www.santanna.com.pt/).

 

Embora durante o século XX os pratos recortados e pintados à mão executados em Portugal tenham uma imagem mais associada à Fábrica do Carvalhinho, a verdade é que diversas outras fábricas os produziram, como a fábrica Soares dos Reis, de Vila Nova de Gaia, e a Fábrica Sant'Anna, aqui representada.

 

 

© MAFLS


Setembro 24 2010

 

Caneca com decoração estampada, e pintada à mão, sobre o vidrado.

 

No lado oposto ao que se reproduz apresenta a figura de uma menina, jogando também ao arco, e entre as duas imagens a inscrição "O leitinho do Bébé", estampada a preto sobre o vidrado.

 

Imagens cedidas por Carlos Caria.

 

 

© MAFLS

publicado por blogdaruanove às 21:01

Setembro 22 2010

 

Prato fundo (de sopa) com o motivo Estátua, estampado a verde sob o vidrado.

 

Conforme referido anteriormente, o motivo Estátua foi muito mais popular em Portugal do que em Inglaterra, onde era designado por Grecian Statue. Aliás, os diversos livros ingleses especializados em louça estampada dedicam tão pouco espaço a este motivo, e referem-se tão pouco ao mesmo, que apenas identificam a fábrica Wood & Brownfield como única produtora, ignorando ou desconhecendo a variante da empresa C. & J. Shaw, que já teve um exemplar aqui reproduzido (cf. http://mfls.blogs.sapo.pt/53402.html).

 

Como se sabe, o motivo Estátua é comum a várias fábricas portuguesas, reproduzindo quase todas elas variantes em que a estátua equestre apresenta um cavaleiro com o braço direito levantado. Mas os mais  antigos motivos estampados da FLS, como este aqui reproduzido, apresentam uma gravura mais próxima das estampas originais inglesas, não surgindo o cavaleiro com o braço levantado.

 

Conhecem-se, contudo, antigos motivos da FLS, do mesmo período e com a mesma marca, que, apesar de manterem essa característica, apresentam outras variantes de vegetação e decoração no primeiro e segundo planos.

 

Convém também sublinhar que a variante da FLS com o cavaleiro de braço levantado não é assim tão tardia quanto se possa pensar, pois surgiu ainda no século XIX (cf. marca da Real Fábrica, sem as iniciais B. H. S. & C.ª, em http://mfls.blogs.sapo.pt/18908.html).

 

 

© MAFLS


Setembro 20 2010

 

 

Pormenor do painel Sagres, de Jorge Colaço (1868-1942), concluído em 31 de Julho de 1922. Note-se como no ângulo superior esquerdo surge no promontório uma figura serena, supostamente o Infante D. Henrique (1394-1460), que se sobrepõe à agitação de Poseidon / Neptuno e das restantes divindades marinhas.

 

© Google Earth / IGP/DGRF / Tele Atlas / Digital Globe

 

Situado à esquerda do observador, este é um dos quatro painéis que ornamentam a fachada principal do actualmente denominado Pavilhão Carlos Lopes, localizado na zona nascente do Parque Eduardo VII, em Lisboa. O revestimento azulejar estende-se também às colunatas e portas interiores, que se encontram agora entaipadas.

 

 

© MAFLS


Setembro 19 2010

 

Jarra com decoração policromada, sob o vidrado, e filete a ouro, sobre o vidrado.

 

Fundada em 1944, na localidade de Valado de Frades, Alcobaça, a fábrica Pereira & Lopes veio a integrar a empresa Elias & Paiva, ELPA, em 1969.

 

Esta decoração, com representações arquitectónicas organizadas em função da forma da peça, evoca claramente a decoração das bases de candeeiro, particularmente o modelo P955, que Ferreira da Silva (n. 1928) desenvolveu para a Secla durante a década de 1950.

 

O formato da jarra, contudo, assume-se como uma versão simplificada, visto que as peças de Ferreira da Silva surgem perfuradas e apresentam excrescências escultóricas.

 

 

© MAFLS


Setembro 18 2010

 

Caneca formato Direita, com decoração estampada a preto, pintura manual policromada sobreposta à estampa e filete dourado, tudo sobre o vidrado.

 

No lado oposto ao que se reproduz, apresenta ainda imagens de um barrete e uma vara de campino, chocalhos e uma canga, entre flores. Entre estes dois lados, apresenta também a inscrição "Lembrança do Ribatejo", estampada a preto sobre o vidrado.

 

 

© MAFLS


Setembro 16 2010

 

Pires decorado com o motivo 1177a (?) aplicado a stencil (chapa recortada) sob o vidrado. A letra que acompanha a numeração corresponde às variantes de cor utilizadas numa mesma decoração.

 

O defeito que se observa à direita da parte superior do eixo vertical da imagem corresponde a uma falha de produção, pois a pasta também se encontra vidrada nessa área. Aliás, pode-se verificar que a aplicação do próprio filete foi afectada por essa falha.

 

 

© MAFLS

publicado por blogdaruanove às 21:01

mais sobre mim
Setembro 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9

13
15
17

21
23

27
29


pesquisar
 
subscrever feeds