Memórias e Arquivos da Fábrica de Loiça de Sacavém

Maio 31 2014

 

Taça fruteira em faiança da Cesol, com cerca de 7,5 cm. de altura e 27 cm. de diâmetro, apresentando decoração floral estilizada, ao gosto Art Déco, aerografada sobre stencil (chapa recortada).

 

Este exemplar comprova que a Cesol comercializou também decorações florais, dentro da gramática Art Déco e aplicadas a aerógrafo, que geralmente são mais associadas à produção da CFC Lusitânia e da FLS.

 

Por outro lado, tendo a Cesol sido apenas inaugurada em 1947 (http://mfls.blogs.sapo.pt/127233.html), é possível ainda constatar como este gosto floral Art Déco se manteve no mercado português até um período bem mais tardio do que aquele que se verificou no resto da Europa.

 

 

© MAFLS


Maio 30 2014

 

Estatueta equestre alegórica representando S. Jorge em luta com o dragão.

 

Esta fotografia foi remetida por Hector Castro, coleccionador e proprietário deste exemplar, a quem se agradece a cedência da imagem.

 

© MAFLS

publicado por blogdaruanove às 21:01

Maio 28 2014

 

Embora de muito provável manufactura estrangeira, apresenta-se hoje uma variante cromática de um interessante e invulgar azulejo anteriormente aqui divulgado: http://mfls.blogs.sapo.pt/221910.html.

 

Como se pode observar, este exemplar apresenta diferente tonalidade na face e no tronco, a substituir o vinoso patente no anterior, e diferente tonalidade, lilás em vez de azul, na plumagem estilizada do adorno capilar.

 

© MAFLS

publicado por blogdaruanove às 21:01

Maio 26 2014

 

Pequena concha, com cerca de 20,2 cm. de comprimento e 7 cm. de diâmetro máximo na concavidade, apresentando decoração floral estampada sobre o vidrado.

 

Hoje em dia, as terrinas que subsistiram várias décadas completas e intactas são muito mais vulgares do que as conchas que completavam o conjunto. Por sua vez, são raríssimos os conjuntos intactos que ainda apresentam a travessa, a terrina e a concha.

 

Já no que diz respeito à pasta cerâmica, as conchas em faiança, devido à sua maior fragilidade, são mais raras do que as de porcelana.

 

 

© MAFLS

publicado por blogdaruanove às 21:01

Maio 25 2014

 

Conjunto de chávena e pires de rebordo alto, em faiança não marcada, ostentando uma variante do motivo conhecido como Cantão Popular.

 

A decoração na chávena foi exclusivamente realizada com pintura manual, enquanto a do pires apresenta um motivo floral aplicado a stencil (chapa recortada).

 

 

© MAFLS


Maio 24 2014

 

Leiteira formato Porto com decoração floral estampada sobre o vidrado.

 

 

© MAFLS

publicado por blogdaruanove às 21:01

Maio 22 2014

 

No contexto das sessões mensais intituladas À Conversa Com..., o Museu de Cerâmica de Sacavém promoverá no próximo sábado, dia 24 de Maio de 2014, pelas 15h00, um debate subordinado ao tema Modelos e Referências Estrangeiras na Produção da Loiça de Sacavém na 1.ª Metade do Séc. XX.

 

Desempenhando actualmente as funções de director do Museu da Cidade de Lisboa, o orador convidado, António Miranda, é também co-autor de um blog que, entre diversas outras questões relacionadas com a cerâmica, tem abordado esta temática – Moderna Uma, Outra Nem Tanto (http://modernaumaoutranemtanto.blogspot.pt/).

 

© MAFLS


Maio 20 2014

 

Figura da série Bébé, modelada por Leonel Cardoso (1898-1987), representando um engraxador.

 

Esta peça surge já na adenda manuscrita à tabela de Novembro de 1945, que se encontra no acervo do CDMJA/MCS, sob o número 522 e a designação "Figura de engraxador", ao preço de 40$00 para "Colorido s/ ouro".

 

Na tabela de Maio de 1951 está ainda catalogada ao mesmo preço, não surgindo já na tabela de Maio de 1960.

 

Esta fotografia foi remetida por Hector Castro, coleccionador e proprietário deste exemplar, a quem se agradece a cedência da imagem.

 

 

© MAFLS

publicado por blogdaruanove às 21:01

Maio 18 2014

© MCS/CDMJA

 

Fotografia de uma estatueta alegórica, modelada ao gosto Art Déco, evocando a figura mitológica de Diana (equivalente à Artemis grega), deusa simbolicamente associada à caça, à lua e ao nascimento.

 

Veja-se uma peça ostentando um detalhe do templo romano de Évora, que durante muitas décadas os arqueólogos associaram ao culto de Diana, aqui: http://mfls.blogs.sapo.pt/70160.html.

 

A reprodução desta fotografia é uma cortesia do Museu de Cerâmica de Sacavém / Centro de Documentação Manuel Joaquim Afonso.

 

© MAFLS

publicado por blogdaruanove às 21:01

Maio 17 2014

 

No dia em que, simbólica e supostamente, se fecha uma caixa de inanidades e se assiste ao demagógico e propagandístico regozijo oficial, enquanto sobre o país pairam inexoráveis avejões e a maioria dos portugueses sofre a dura realidade quotidiana herdada daquela tecnocrática boceta de Pandora, apresentam-se duas caixas de porcelana de diferentes fábricas e com diferentes formatos.

 

Primeiramente, um exemplar com decoração floral estampada, e complementos a platina, da fábrica Electro-Cerâmica do Candal. Esta caixa, com cerca de 7,6 x 11,9 x 7,6 cm., corresponde ao formato F8 da EC, como se pode comprovar no final do artigo.

 

Tal formato teve uma variante quadrada, que se conhece com decoração alusiva à Exposição do Mundo Português, realizada em Lisboa no ano de 1940 (cf. http://blogdaruanove.blogs.sapo.pt/tag/exposi%C3%A7%C3%A3o+do+mundo+portugu%C3%AAs).

 

 

Seguidamente, uma pequena caixa da Sociedade de Porcelanas de Coimbra, com cerca de 3,9 cm. de altura e 7 cm. de diâmetro, apresentando decoração vegetalista e floral, estilizada ao gosto Art Déco, pintada à mão e com complementos a ouro.

 

Embora estes exemplares sejam os dois, provavelmente, da década de 1940, note-se como a caixa da SP ostenta um motivo claramente modernista na sua representação figurativa.

 

Na marca da Electro-Cerâmica, note-se como surge um segundo logótipo esmaltado sobre o vidrado que foi sobreposto ao logótipo inciso na pasta.

 

     

 

© MAFLS


mais sobre mim
Maio 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9

13
15

19
21
23

27
29


pesquisar
 
subscrever feeds