Memórias e Arquivos da Fábrica de Loiça de Sacavém

Janeiro 01 2013

 

 

A exemplo do que aconteceu com outras famílias de ceramistas franceses da época, tais como a família Gréber e a família Massier, também a família Lachenal teve mais do que um membro a consagrar-se nesta arte.

 

Edmond Lachenal (1855-1930), que se celebrizou pela sua produção Art Nouveau, estudou com o renomado Théodore Deck (1823-1891), vindo a abrir uma oficina em Malakoff no ano de 1880, a qual veio a ser transferida para Châtillon-sous-Bagneux em 1887.

 

     

 

Entre os ceramistas que foram seus discípulos, contam-se Henri Simmen (1880-1963) e Émile Decoeur (1876-1953), bem como os seus próprios filhos Raoul Lachenal (1885-1956) e Jean-Jacques Lachenal (1885-?).

 

O modelo de jarra que aqui se apresenta, com cerca de 17,4 cm. de altura, conhece-se também noutras versões de tamanho e cor, nomeadamente em vidrado azul, uma das tonalidades preferidas de Edmond Lachenal.

 

          

 

Atribuída por vezes a Edmond Lachenal, ou ao seu filho Raoul, que sucedeu ao pai em 1904 e em 1911 iniciou uma fábrica de porcelana a alto fogo, onde veio a produzir também peças em faiança e grés, esta jarra corresponderá muito provavelmente ao trabalho de seu filho Jean-Jacques (cf. http://www.jasonjacques.com/works/jean-jacques-lachenal// ).

 

Vejam-se ainda pequenas entradas, em inglês, sobre Edmond Lachenal aqui: http://en.wikipedia.org/wiki/Edmond_Lachenal, e sobre Raoul Lachenal aqui: http://en.wikipedia.org/wiki/Raoul_Lachenal.

 

 

© MAFLS


mais sobre mim
Janeiro 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10

14
16

22
24

28
30


pesquisar