Memórias e Arquivos da Fábrica de Loiça de Sacavém

Abril 05 2013

 

Na sequência de uma das publicações do passado fim-de-semana (http://mfls.blogs.sapo.pt/233410.html), algumas questões subsidárias vieram a ser levantadas por visitantes deste espaço.

 

Uma delas prendia-se com a existência, ou não, de variantes do motivo criado por Marcel Goupy (1886-1954) para o Service Marquises que na altura foi apresentado. Como se pode verificar num outro prato reproduzido acima, Goupy apenas manteve inalterável a cercadura, criando diferentes motivos para o tema central do serviço.

 

Sublinhe-se que alguns exemplares deste serviço – um prato (com um motivo central diferente dos dois aqui apresentados), uma chávena com pires, e uma açucareiro, foram exibidos no Pavillon des Artisans Français Contemporains et de la Revue Art et Décoration durante a célebre Exposition Internationale des Arts Décoratifs et Industriels Modernes, realizada em Paris no ano de 1925.

 

Nessa exposição foram ainda exibidos outros serviços de porcelana criados por Goupy, com os motivos Les Provinces de France e Cernay, bem como peças em vidro, esmaltadas segundo desenhos de sua autoria.

 

Reproduz-se abaixo a capa de um dos álbuns, neste caso com vinte postais, editados durante a exposição, podendo ver-se alguns desses postais em: http://blogdaruaonze.blogs.sapo.pt/tag/exposition+des+arts+d%C3%A9coratifs.

 


Uma outra questão relacionava-se com o efectivo design do serviço Haviland criado por Édouard Dammouse (1850-1903) para a encomenda da rainha D. Maria Pia (1847-1911; rainha consorte, 1862-1889), e exibido na Exposição Universal de Paris, de 1900, na Exposição de St. Louis, em 1904, e na exposição de Londres, em 1908. 


A fotografia de uma terrina desse serviço de 177 peças, publicada no referido catálogo, parece não coincidir com a descrição que a acompanha – "Serviço de jantar, pequeno-almoço, chá e café em porcelana branca, verde-água e dourada com decorações de faixas relevadas de flores e folhas brancas sobre fundo verde.", pois a peça ilustrada aparenta ser apenas branca.


Tal aparência ficará a dever-se a uma selecção cromática menos eficaz na reprodução do original, pelo que para dar uma ideia mais aproximada da referida tonalidade "verde-água" se reproduz abaixo a fotografia publicada na página 62 do livro Haviland (1988), de Jean d'Albis (1911-2004).

 

Relativamente a este serviço, note-se ainda que foi comercializado através da já mencionada galeria parisiense A La Paix, de Georges Rouard, pois de acordo com o mesmo catálogo, Porcelana Europeia: Reservas do Palácio Nacional da Ajuda (1987), as peças surgem marcadas "T H (incisa) / A la Paix — 39 [sic], Avenue de l'Opéra, / Paris (a vermelho)" e os arquivos do Palácio Nacional da Ajuda conservam o respectivo "Orçamento da casa A La Paix, de Paris, referente ao serviço (...) enviado à rainha D. Maria Pia em 1902".




© MAFLS


mais sobre mim
Abril 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
12

16
18

22
24
26

30


pesquisar