Memórias e Arquivos da Fábrica de Loiça de Sacavém

Julho 01 2013

 

© MCS/CDMJA

 

O INÍCIO DE UMA CARREIRA NA FLS (XI) 

 

Um dos produtos que mais evidenciou a Sacavém, em particular a nível internacional, foi a loiça decorativa e, nesta área, a série de peças relacionadas com a Guerra Peninsular ou, como também são referidas, as Invasões Francesas, bem como as figuras equestres de cavaleiros medievais. O conjunto de peças da Guerra Peninsular era composto por figuras de oficiais e soldados, montados ou apeados, dos vários regimentos, quer dos exércitos britânicos e portugueses quer dos franceses.

 

Estas peças apenas eram vendidas nos espaços comerciais da empresa, ou seja, nas lojas de Lisboa, Porto e Coimbra. Não houve, contudo, grande procura em Portugal, pois as invasões haviam correspondido a um período de enorme sofrimento para o povo português, parecendo este não querer relembrar aquele período dramático da sua história através destas peças. A memória de tal sofrimento ainda hoje perdura no léxico, através de expressões como "ir tudo para o maneta", que alude aos saques perpetrados pelas tropas comandadas pelo general Loison (Louis Henri Loison, 1771-1816).

 

A nível internacional, no entanto, estas figuras foram muito apreciadas e ainda hoje são avidamente disputadas pelos coleccionadores quando algum exemplar aparece em leilões ou em lojas da especialidade, principalmente nos países anglo-saxónicos. Em Portugal, existem pelo menos três  museus onde se podem apreciar colecções destas estatuetas – o Museu Militar, em Lisboa, o Museu Militar, no Buçaco, e o Museu Leonel Trindade, em Torres Vedras (http://mfls.blogs.sapo.pt/tag/museu+municipal+leonel+trindade).

 

Curiosamente, a única colecção completa das figuras das Invasões Francesas, de que tenho conhecimento, encontra-se nos Estados Unidos, mais especificamente na posse de um director jubilado da Faculdade de História da Florida State University. Tive o privilégio de visitar esta colecção quando fui convidado a apresentar uma comunicação durante um congresso sobre o período napoleónico, que se realizou nessa universidade, sedeada em Tallahassee, capital da Flórida, em Janeiro de 2010.

 

De qualquer forma, penso que estas figuras, bem como as dos cavaleiros medievais, são consideradas pelo meio especializado como sendo das melhores no seu género até este momento, não só pela qualidade do fabrico e modelação, da autoria de Armando Mesquita (1907-1982), mas também pelas aturadas pesquisas realizadas, que se traduziram numa minuciosa e fiel reprodução quer dos uniformes quer da heráldica medieval.

 

Estas peças eram consideradas de grande prestígio, de tal forma que o Estado Português tinha o costume de as oferecer em visitas oficiais ou a personalidades importantes. Consta que uma delas foi oferecida ao marechal inglês Montgomery (Bernard Law Montgomery, 1887-1976), o qual já havia sido homenageado pela FLS na década de 1940 através de uma peça caricatural executada por Leonel Cardoso (1898-1987).

 

© Clive Gilbert

© MAFLS


A título de informação, registe-se que hoje, 4 de julho de 2013, duas estatuetas equestres da série da Guerra Peninsular atingiram os seguintes preços base de arrematação, num leilão realizado em Inglaterra:

9613 - Oficial do Regimento 14 de Dragões, 609,99 GBP, ou seja, cerca de 717,49 euros.

9619 - Oficial de Cuirassier, 622 GBP, ou seja, cerca de 731,61 euros.

Saliente-se ainda que qualquer uma destas duas peças apresentava pequenas fracturas múltiplas, particularmente nas rédeas e nos capacetes, não restauradas mas apenas coladas.
blogdaruanove a 4 de Julho de 2013 às 23:58

Bom dia, Lembro-me desses cavaleiros porque também cheguei a licitar, mas desisti quando os valores começaram a disparar. Em compensação, na noite do dia 14.07 comprei um cavaleiro deste conjunto e um outro medieval, ambos perfeitos, por 110€ cada um! Estavam num site estrangeiro e, a acrescentar a este "tiro de sorte", a vendedora desconhece o valor destas peças!
Hector Castro a 16 de Julho de 2013 às 06:04

Boa tarde, Hector Castro.

Efectivamente, tais peças têm também bastante procura no estrangeiro, particularmente no Reino Unido, pelos coleccionadores dedicados à temática das guerras napoleónicas. Embora este seja um nicho bastante restrito, tem provocado uma notória subida de preços, até porque peças semelhantes raramente aparecem no mercado.

Felicitações pelas suas aquisições. Esperamos poder contar com a sua divulgação neste espaço.

Saudações!

MAFLS
blogdaruanove a 18 de Agosto de 2013 às 15:26

mais sobre mim
Julho 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
11

15
17
19

23
25

29
31


pesquisar