Memórias e Arquivos da Fábrica de Loiça de Sacavém

Abril 08 2014

 

Ainda a propósito do formato Asa Triangular (http://mfls.blogs.sapo.pt/outras-fabricas-outras-loicas-cci-304854) apresentam-se hoje três peças correspondentes a esse modelo – duas do período 1924-1947, uma cafeteira e um bule, outra, uma leiteira, do final da década de 1990.

 

As duas primeiras, embora surjam num formato que apelaria melhor a uma decoração mais minimalista ou geometrizante, traduzem inequivocamente aquele que seria o gosto pelo figurativismo floral então predominante no público português.

 

Apesar de a decoração já corresponder a uma gramática contemporânea mais contida, e em certa medida até algo minimalista, insere-se ainda num gosto conservador que tendia a centrar a decoração cerâmica nos motivos  florais, pese embora o design claramente contemporâneo, e quase modernista, destes motivos.

 

Esta apetência pela decoração floral era uma característica que também se fazia sentir em Inglaterra, a qual foi clamorosamente sublinhada, talvez devido à sua maior exuberância cromática e inovação composicional, pelo sucesso de vendas das criações de Clarice Cliff (1899-1972) durante as décadas de 1920 e 1930.

 

 

Tal como aquelas que se apresentaram no anterior artigo, as duas primeiras peças integrariam certamente um serviço tête-à-tête para duas pessoas.

 

A cafeteira, que apesar da designação ostenta os orifícios característicos de um bule, mede cerca de 14,4 cm. de altura, enquanto o bule apresenta apenas cerca de 8,7 cm. de altura.

 

As dimensões desta última peça contrastam com as dos bules Asa Triangular destinados aos serviços completos, ou mesmo aos meios-serviços, que apresentam cerca de 13 cm. de altura.

 

Dos formatos originais da década de 1930 conhecem-se chávenas de chá e de café, designadas como "Asa Triangular baixa com asa maciça" na entrada 1524 dos arquivos da VA, que, curiosamente, apresentam dimensões ligeiramente maiores nos conjuntos tête-à-tête do que nos serviços completos.

 

Uma encomenda datada de 1 de junho de 1938, registada nos mesmos arquivos sob o número 32387, refere que o formato da leiteira, criado em 1933, foi também adaptado para cafeteiras número 4 (código numérico correspondente às dimensões da peça).

 

 

Em finais de 1998, a VA anunciou o lançamento do serviço Keisha, comercializado no início do ano seguinte, que retomou o formato Asa Triangular, de que se apresenta acima uma leiteira com cerca de 11,7 cm. altura.

 

Com belíssima decoração geometrizante, a azul cobalto e ouro, de Aïssata Pinto da Costa (datas desconhecidas, filha de Manuel Pinto da Costa [n. 1937], actual presidente de São Tomé e Príncipe; ver uma entrevista de Aïssata aqui: http://www.adelaidedamoah.com/.), este serviço inclui peças de almoço e pequeno-almoço.

 

Na época a VA dispunha da cadeia de lojas Casa Alegre, para as quais Aïssata Pinto da Costa concebeu ainda três outras decorações – Adey, Aisha e Oumi, todas elas em cores quentes e com motivos de alegada inspiração africana, que foram comercializadas em faiança.

 

Não se sabendo se devido a um  elevado custo da decoração ou a um fracasso de vendas, o motivo Keisha, o único produzido em porcelana, foi descontinuado a partir de 2004.

 

          

 

© MAFLS


mais sobre mim
Abril 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
11

15
17

21
23
25

29


pesquisar