Memórias e Arquivos da Fábrica de Loiça de Sacavém

Abril 18 2014

© MCS/CDMJA

 

Fotografia, dos arquivos do CDMJA, ilustrando formatos da Fábrica do Carvalhinho das décadas de 1930 e 1940.

 

Estes formatos surgem na tabela de preços não datada que tem vindo a ser referida, sob a designação "Cinzeiro" e a numeração A 1, ao preço de 7$50, sob a designação "Bilheteira c/ asa de palha" e a numeração A 3, ao preço de 25$00, sob a designação "Caixa-cigarros" e a numeração A 15, ao preço de 17$50, sob a designação "Cinzeiro" e a numeração A 16, ao preço de 15$00, sob a designação "Cestinha c/ asa" e a numeração A 21, ao preço de 20$00, e ainda sob a designação "Taça oval" e a numeração A 25, ao preço de 35$00.

 

Note-se que a aplicação de palhinha ou vime nas asas de certas peças cerâmicas foi também adoptada nas duas décadas que se seguiram ao pós-guerra por algumas fábricas de Alcobaça, como a Elpa e a OAL, onde surge associada à decoração tipo Athenea (http://mfls.blogs.sapo.pt/tag/decora%C3%A7%C3%A3o+tipo+athenea), e em peças com decoração mais modernista da VA (http://mfls.blogs.sapo.pt/outras-fabricas-outras-loicas-cxciii-294829).

 

A imagem é uma cortesia do Museu de Cerâmica de Sacavém / Centro de Documentação Manuel Joaquim Afonso.

 

© MAFLS


mais sobre mim
Abril 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
11

15
17

21
23
25

29


pesquisar