Memórias e Arquivos da Fábrica de Loiça de Sacavém

Julho 02 2016

 

Paliteiros em faiança moldada reproduzindo dois chapéus característicos do século XIX.

 

O primeiro exemplar, com cerca de 6,4 x 10,6 x 8,4 cm., foi produzido em pasta branca, ligeiramente amarelada, vidrada e não apresenta qualquer marca.

 

O segundo, com cerca de 6,2 x 8,8 x 7,8 cm., foi produzido em pasta esbranquiçada pintada mas não vidrada e apresenta a marca "JM / 51". A eventual origem das iniciais JM já havia sido discutida anteriormente aqui: http://mfls.blogs.sapo.pt/69408.html.

 

 

Sendo substancialmente mais pesado e apresentando pasta moldada com maior espessura, é possível que o primeiro paliteiro tenha sido produzido nas Caldas da Rainha.

 

Como se sabe, os paliteiros abertos, tal como os conjuntos abertos para sal e pimenta, eram característicos do século XIX, tendo os modelos decorativos com várias perfurações subsistido até ao primeiro quartel do século XX, como se pode comprovar na diversificada produção da Vista Alegre, altura em que começaram a ser substituídos pelos populares modelos triangulares com um único orifício.

 

 

© MAFLS

publicado por blogdaruanove às 21:01

mais sobre mim
Julho 2016
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

18
19
21
22
23

24
25
26
27
28
29

31


pesquisar