Memórias e Arquivos da Fábrica de Loiça de Sacavém

Junho 08 2014

 

Pequena jarra em faiança da fábrica da Fonte Nova, Aveiro, com cerca de 11,2 cm. de altura, apresentando decoração floral pintada à mão sob o vidrado e ligeiro relevo acima da base.

 

Note-se como esta decoração se aproxima daquela que os modelos da Fábrica do Carvalhinho haveriam de vir a recuperar, com grande apuro artístico e muito sucesso comercial, no período de administração da FLS.

 

O formato evoca claramente os modelos de jarras bojudas comuns às diversas fábricas portuguesas de faiança – desde Viana a Gaia, ou de Coimbra a Lisboa, durante os séculos XVIII e XIX.

 

 

Por outro lado, o pormenor simplificado do relevo moldado na pasta, remetendo para anteriores modelos orientais mais elaborados, haveria também de vir a ser recuperado, com um detalhe técnico mais fiel às suas origens, em algumas das peças que a VA comercializou já no terceiro quartel do século XX.

 

O pequeno pote com tampa ilustrado acima, produzido pela VA no período de 1947 a 1968 e medindo cerca 13,8 cm. na sua altura total, recupera esse modelo decorativo com a pasta de porcelana sendo trabalhada em separado e posteriormente aplicada ao conjunto.

 

     

 

© MAFLS


Adorei esta jarrinha da Fonte Nova. Realmente ao vê-la pensei tratar-se de Carvalhinho, de uma fase mais antiga do que os exemplares que tenho, mas afinal tem a marca a identificà-la. O pote Vista alegre também sai bastante da vulgaridade, com aquele belo relevo na base.
Boas peças e belíssima informação, como sempre.
Uma boa noite de Sto António :)
Anónimo a 12 de Junho de 2014 às 21:31

Boa tarde,... Maria Andrade? Bem-vinda de volta!

Uma feliz quadra dos Santos Populares!

mais sobre mim
Junho 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
12

16
18
20

24
26

30


pesquisar