Memórias e Arquivos da Fábrica de Loiça de Sacavém

Maio 03 2015

 

 

Caixa em faiança com cerca de 13,4 x 17,4 cm., vulgarmente designada como caixa boleira, ostentando apenas a letra "L" impressa na pasta.

 

Embora a peça não apresente qualquer outra marca visível, quer a pasta quer o vidrado parecem corresponder à produção da Companhia das Fábricas Cerâmica Lusitânia durante o período Art Déco.

 

Como se pode comprovar numa publicação de MUONT (http://modernaumaoutranemtanto.blogspot.pt/2014/08/caixa-quadrangular-lusitania-coimbra.html), este formato foi produzido também em Portugal, pelo menos na unidade de Coimbra da CFCL, eventualmente sob influência original de um modelo alemão, da fábrica Carstens-Gräfenroda, que apresenta uma tampa com diferente remate (http://modernaumaoutranemtanto.blogspot.pt/2014/08/caixa-art-deco-aerografada-carstens.html).

 

Embora do ponto de vista ergonómico e funcional o remate esférico da tampa possa ser mais eficaz, a verdade é que a harmonia do conjunto é mais evidente com o remate que surge neste exemplar, e no da CFCL de Coimbra, pelo que será mais provável que o modelo da Carstens-Gräfenroda seja uma adaptação posterior do formato original.

 

Obviamente, não se contesta a hipótese de esse modelo original ser também de origem estrangeira.

 

 

© MAFLS


mais sobre mim
Maio 2015
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
13
14
15

17
18
19
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30



pesquisar