Memórias e Arquivos da Fábrica de Loiça de Sacavém

Setembro 01 2014

 

Frasco para chá formato Albuquerque, com cerca de 12 x 10,9 x 5,6 cm., em porcelana da Vista Alegre, apresentando decoração monocromática, a azul, Fortaleza.

 

O motivo Fortaleza foi apresentado em diversos formatos, que reproduzem, cada um deles, distintas gravuras baseadas nos desenhos de fortalezas compilados por Duarte d'Armas (1465?-?) naquele que é conhecido por Livro das Fortalezas (c. 1495- c. 1521; 1509-1510?; cf. http://digitarq.dgarq.gov.pt/viewer?id=3909707).

 

 

Este frasco de chá, o único desta série, apresenta as duas vistas da então vila de Chaves, incluindo a ponte romana sobre o rio Tâmega e o monte do Alto da Forca. Na tampa ostenta uma representação da torre de menagem, que ainda hoje subsiste.

 

Num dos desenhos de Duarte d'Armas pode ver-se ainda, em segundo plano, na direcção nascente, uma representação do castelo de Monforte de Rio Livre, que surge também em fólios separados naquela obra.

 

 

O castelo de Monforte de Rio Livre, cerca de 1876, em desenho de Manuel de Macedo (Manuel Maria de Macedo, 1839-1915) e gravura de Alberto (Caetano Alberto da Silva, 1843-1924). Imagem publicada na página 93 da revista O Occidente, 1.º ano, volume I, n.º 12, de 15 de Junho de 1878.

 

Parte do texto relativo a esta gravura transcreve-se abaixo:

 

"(...) O nosso desenhador Manuel de Macedo, divagando ha dois annos, em excursão artística, pelas faldas de Monforte, entendeu salvar o velho castello do esquecimento publico, e eis o motivo porque elle veiu na sua decrepitude receber o baptismo da gravura nas paginas do Occidente, rejuvenescendo assim por um momento para a curiosidade dos contemporâneos, já que não lhe é dado renascer para as façanhas militares do nosso tempo.

 

A paizagem que se estende ao sopé da velha fortaleza, é lindissima, celebrada mesmo pela sua amenidade, como é a extensa veiga de Chaves, villa que fica distante alguns kilometros. O horisonte é vasto, soberbo mesmo, e póde dizer-se que do alto do velho castello se offerece aos olhos do viajante um dos panoramas mais pittorescos e interessantes do paiz."

 

 

© MAFLS


Maio 31 2010

 

Estatueta apeada modelada por Armando Mesquita (1907-1982), representando um soldado de Infantaria 6, em uniforme de 1810.

 

Exemplar do acervo do Museu Municipal Leonel Trindade, Torres Vedras.

 

O Regimento de Infantaria 6, da Guarnição Militar do Porto, esteve empenhado em acções da Guerra Peninsular desde 1808 até 1814, em Portugal, Espanha e França.

 

Assim, participou no bloqueio da Praça de Almeida, entre 16 de Julho e 1 de Outubro de 1808, nas defesas do Porto, entre 26 e 29 de Março de 1809, da Ponte de Amarante, entre 18 de Abril e 2 de Maio do mesmo ano, e da passagem do Tormes, entre 8 e 14 de Novembro de 1812.

 

Interveio também nos combates da ponte de Alcantara, a 10 de Junho de 1809, Redinha, a 12 de Março de 1811, Arroio Molinos, a 28 de Outubro de 1811, Mirabet, a 18 de Maio de 1812, Berlanga, a 10 de Julho de 1812, Matilha, a 16 de Novembro de 1812, Berrueta, a 1 de Julho de 1813, Aniz, a 4 de Julho de 1813, Elizondo, a 5 de Julho de 1813, Urdach, a 8 de Julho e 4 de Agosto de 1813, Porto de Maia, a 25 de Julho de 1813, Lizasso, a 31 de Julho de 1813, Cambo, a 12 de Novembro de 1813, Garriz, a 15 de Fevereiro de 1814, Saint-Palais, a 16 de Fevereiro de 1814, e Aire, a 2 de Março de 1814.

 

Tomou ainda parte nas batalhas do Buçaco, a 27 de Setembro de 1810, Fuentes de Oñoro, a 5 de Março de 1811, Vitoria, a 21 de Junho de 1813, Pirinéus, entre 28 e 30 de Julho de 1913, Nivelle, a 10 de Novembro de 1813, Nive, a 9 de Dezembro de 1813, Orthez, a 27 de Fevereiro de 1814, e Toulouse, a 10 de Abril de 1814.

 

No final da guerra o Regimento de Infantaria 6 regressou ao seu aquartelamento em 15 de Agosto de 1814.

 

As informações referidas acima, bem como a planta reproduzida abaixo, constam da obra Historia da Guerra Civil e do Estabelecimento do Governo Parlamentar em Portugal [de 1777 a 1834], Tomo IV, Parte II (1876), de Simão José da Luz Soriano (1802-1891).

 

 

© MAFLS


mais sobre mim
Julho 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


pesquisar
 
subscrever feeds