Memórias e Arquivos da Fábrica de Loiça de Sacavém

Dezembro 25 2011

 

Figura de urso polar, com cerca de 29,5 cm. de comprimento, em terracota moldada e pintada.

 

Executada em pasta branca e não apresentando qualquer marca, esta é muito provavelmente uma peça portuguesa, produzida possivelmente na região de Alcobaça ou de Coimbra.

 

Apresenta ainda a particularidade de não ostentar qualquer orifício para circulação de ar no forno, o qual deverá ter sido obstruído quando a peça foi pintada. 

 

Assim, sendo uma peça oca e estando a terracota impermeabilizada pela pintura, flutua quando colocada na água.

 

Inserindo-se numa gramática escultórica derivada do famoso urso polar criado por François Pompon (1855-1933; cf. http://fr.wikipedia.org/wiki/Fran%C3%A7ois_Pompon), este exemplar é, no entanto, claramente diferente desse (cf. o original em pedra de Lens apresentado no site referido atrás e a imagem reproduzida abaixo). 

 

 

Além disso, também não corresponde a nenhum dos dezassete ursos ilustrados na obra de Patrick Malaureille publicada em 1993, Craquelés: Les Animaux en Céramique, 1920-1940, nem aos dois anteriormente aqui reproduzidos: http://mfls.blogs.sapo.pt/tag/urso+polar.

 

A título de curiosidade, comparem–se ainda estas versões de ursos polares com a versão de uma escultura inuit de meados da década de 1990, executada em pedra serpentina pelo artista Kakee Peter (n. 1973; cf. http://www.inuitartsculptures.com/biographies/kakeepeter.htm).

 

Adenda efectuada a 5 de Janeiro de 2011:

 

Como os autores do espaço MUONT tiveram oportunidade de referir e documentar (cf. http://modernaumaoutranemtanto.blogspot.com/2011/12/urso-polar-de-lejan-vista-alegre.html#links), este modelo corresponde a uma peça assinada Lejan e comercializada também pela Vista Alegre.

 

 

© MAFLS


mais sobre mim
Fevereiro 2018
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9

11
12
13
15
16
17

19
20
22
23

25
26
27
28


pesquisar
 
subscrever feeds