Memórias e Arquivos da Fábrica de Loiça de Sacavém

Novembro 10 2015

 

Prato coberto formato Estoril com decoração minimalista sobre o vidrado.

 

Este notável paradigma dos modelos cerâmicos Art Déco para serviços de mesa corresponde ao formato Casino, que havia sido lançado cerca de 1932 pela fábrica inglesa Royal Doulton.

 

Como também já foi referido anteriormente (http://mfls.blogs.sapo.pt/tag/formato+estoril), as terrinas, saladeiras e pratos cobertos formato Estoril não estão referenciadas nas tabelas da FLS para 1932 e 1938, embora surjam no catálogo de 1950. 

 

O motivo, constituído apenas por um círculo e dois triângulos que pretendem sugerir a imagem de um veleiro, surge como uma das combinações minimalistas mais bem conseguidas da FLS, muito embora seja provavelmente de origem estrangeira.

 

 

© MAFLS


Dezembro 01 2013

© MCS/CDMJA

 

Fotografia de um conjunto de chávena de café e pires formato Estoril.

 

O catálogo de formatos de Maio de 1950 reproduz imagens das seguintes peças do formato Coimbra – açucareiro, azeitoneira, cafeteira, chávena com pires para café, leiteira, molheira, prato, prato coberto, saladeira, terrina e travessa.

 

Note-se que, entre outras peças, não surgem neste formato bules, chávenas de chá nem manteigueiras.

 

A reprodução desta fotografia é uma cortesia do Museu de Cerâmica de Sacavém / Centro de Documentação Manuel Joaquim Afonso.

 

© MAFLS


Setembro 22 2013

© MCS/CDMJA

 

Fotografia de uma saladeira formato Mariscos, com os respectivos complementos de servir.

 

Veja-se uma imagem de saladeira com o mesmo formato aqui: http://mfls.blogs.sapo.pt/43116.html.

 

A reprodução desta fotografia é uma cortesia do Museu de Cerâmica de Sacavém / Centro de Documentação Manuel Joaquim Afonso.

 

© MAFLS


Julho 14 2013

 

Saboneteira, formato Liso, constituída por três elementos. Este modelo ainda surge no catálogo de formatos de Maio de 1950, onde os conjuntos são designados por "Caixas p/ sabão".

 

As peças apresentadas sob esta designação compreendem 8 modelos – banho c/ furos, banho s/ furos (podendo estes dois modelos ser incorporados numa estrutura metálica), empresa, liso, m/ cana, redondo c/ tampa, redondo s/ tampa, e uma caixa cilíndrica denominada s/ bébés.

 

 

© MAFLS

publicado por blogdaruanove às 21:01

Dezembro 20 2012

 

Tigela formato Meia-Cana com complementos a ouro e efeito nacarado sobre o vidrado. 

 

Este efeito nacarado, equivalente a uma versão mais ténue do popular efeito casca de cebola no vidro português, e denominado na técnica vidreira, em inglês, como flashing, ocorre sobre o vidrado da peça, não devendo ser confundido com as listas alaranjadas verticais que decoram, sob o vidrado, a tigela.

 

O formato Meia-Cana encontra-se reproduzido no Catálogo de Formatos de Loiças Domésticas, de Maio de 1950.

 

 

 

© MAFLS


Julho 09 2011

 

Saleiro com decoração estampada sob o vidrado e filetagem complementar a ouro.

 

Embora não se encontre marcada, esta peça corresponde a um modelo da FLS existente já no século XIX e apresenta-se decorada com o motivo Beira, conforme se pode verificar nos catálogos Porta Aberta às Memórias, volumes I e II, publicados em 2008 pelo Museu de Cerâmica de Sacavém para acompanhar a exposição homónima. 

 

Os saleiros são das peças de serviços de mesa mais raras, devido ao exíguo número correspondente a cada serviço completo. Em serviços ingleses, este número chegava a quatro, mas o normal era haver geralmente dois saleiros por serviço, podendo outras peças, no entanto, ser adquiridas avulso.

 

Este modelo de saleiro aberto, que vinha com outros formatos de séculos anteriores, começou a entrar em desuso durante os meados do século XX, não surgindo já nenhum saleiro no catálogo de loiças domésticas da FLS publicado em Maio de 1950.

 

© MAFLS


Janeiro 06 2011

 

Azeitoneira decorada com decalcografia e filete azul pintado à mão sobre o vidrado.

 

Embora esta peça não se encontre marcada, integra o conjunto de uma molheira do formato Inglês (http://mfls.blogs.sapo.pt/79792.html), ilustrado no catálogo de Maio de 1950.

 

© MAFLS

publicado por blogdaruanove às 21:01

Dezembro 23 2010

 

Molheira fabricada em pasta verde.

 

Conforme se pode verificar na tabela de preços de 1938, a FLS fabricava serviços para jantar, chá, café e pequeno-almoço em pasta azul, branca, marfim e verde. Talvez porque a cor não fosse muito popular e a procura destes serviços fosse inferior, as peças em pasta verde são aquelas que aparecem com menos frequência no actual mercado de antiguidades.

 

Este exemplar não surge no catálogo de formatos de Maio de 1950, onde estão ilustrados onze formatos de molheiras – Aldeia, Berlim, Coimbra, Concha, Duplo, Estoril, Império, Inglês, D. João V, Paris e Redondo.

 

De acordo com a tabela de 1938, os únicos serviços para jantar então fabricados em pasta verde eram do formato Avenida ou do formato Coimbra, os quais também se produziam em pasta azul.

 

No entanto, esta molheira não corresponde ao formato Avenida.

 

 

© MAFLS


Dezembro 09 2010

 

Molheira decorada com decalcografia e filete azul pintado à mão sobre o vidrado.

 

Embora esta peça não se encontre marcada, corresponde ao formato Inglês ilustrado no catálogo de Maio de 1950.

 

© MAFLS


Novembro 25 2010

 

Manteigueira formato Liso, com decoração floral decalcografada, e filetagem a esmalte azul, sobre o vidrado.

 

O formato Liso surge já referenciado na tabela de Janeiro de 1932, apresentando a capacidade de 5 (1.º lote), 4 (2.º lote) e 3 (3.º lote) decilitros. Os preços indicados são, respectivamente, 4$40, para Branco, 5$85, para Colorido s/ ouro, e 8$80, para Colorido c/ ouro; 2$95, 3$90, e 4$90; 2$45, 2$95 e 3$90.

 

Na tabela de Setembro de 1949 os preços deste formato surgem, respectivamente, a 13$00, para Branco, 14$50, para Colorido s/ ouro Classe A, 16$50, para Colorido s/ ouro Classe B, e 20$00, para Colorido c/ ouro, Classe C; 9$00, 10$50, 12$50, e 16$50; 8$00, 9$00, 10$00 e 12$00. Este formato surge ainda reproduzido no Catálogo de Formatos de Loiças Domésticas, de Maio de 1950.

 

O exemplar aqui apresentado tem a capacidade de três decilitros, sendo, portanto, do 3.º lote .

 

Esta decalcomania foi também aplicada em pratos e canecas, como se pode observar no catálogo da exposição Porta Aberta às Memórias, volume I (2008).

 

 

© MAFLS


mais sobre mim
Junho 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16

18
19
20
21
22
23
24

26
27
28
29
30


pesquisar