Memórias e Arquivos da Fábrica de Loiça de Sacavém

Maio 30 2014

 

Estatueta equestre alegórica representando S. Jorge em luta com o dragão.

 

Esta fotografia foi remetida por Hector Castro, coleccionador e proprietário deste exemplar, a quem se agradece a cedência da imagem.

 

© MAFLS

publicado por blogdaruanove às 21:01

Março 16 2014

 

Conjunto de ampara-livros, em faiança branca, representando ferraduras e cabeças de cavalo.

 

Não ostentam qualquer marca, embora apresentem características de pasta e vidrado que sugerem ser produção das fábricas da região de Alcobaça.

 

© MAFLS


Dezembro 14 2012

 

Estatueta equestre representando D. Nuno Álvares Pereira (1360-1431), condestável de Portugal.

 

Integrando a série de cavaleiros medievais, esta peça surge registada pela primeira vez na tabela de Maio de 1960, sob o número 612/7, com a designação Figura D. Nuno Álvares Pereira, ao preço de 1.250$00 e, segundo o exemplar desta tabela existente no CDMJA, com o peso de 1.950 gramas.

 

No entanto, conforme referido anteriormente (http://mfls.blogs.sapo.pt/8294.html), a série era já comercializada desde 1956, ano em que foram publicados dois anúncios com a estatueta de D. João I (1357-1433; rei, 1385-1433).

 

Em 20 de Fevereiro de 1968, o aviso 2/68 do serviço interno da FLS veio alterar os preços destas figuras, e regista duas categorias para estas peças coloridas com ouro – a categoria A, a 1.500$00, e a categoria B, a 1.250$00.

 

Neste aviso apenas surgem registadas as dezassete figuras que constituem a série de cavaleiros medievais, todas com as duas categorias que, provavelmente, corresponderão a diferente quantidade de dourado, ou platina, na sua decoração, uma vez que não há notícia de diferentes tamanhos nas figuras desta série.

 

A tabela de Maio de 1979 regista ainda esta figura, sob o número 9630, ao preço de 4.036$50.

 

A marca desta estatueta encontra-se incisa na pasta, pelo que a sua imagem, cujo contraste é difícil de obter, não se reproduz aqui.

 

Fotografias da peça por Hector Castro, coleccionador e proprietário deste exemplar.


Julho 17 2012

 

Cavaleiro tauromáquico em biscuit, designado na FLS como barro Parian, com as dimensões aproximadas de 21,8 x 17,5 x 7,6 cm.

 

As figuras da FLS relacionadas com cavalos e tauromaquia parecem ter  sido essencialmente modeladas por Leonel Cardoso (1898-1987), que criou aquela que será a figura de toureio a cavalo mais conhecida da fábrica (cf. http://mfls.blogs.sapo.pt/11619.html) e um medalhão em barro parian dedicado ao cavaleiro João Núncio (1901-1976), e Armando Mesquita (1907-1982), que executou diversos modelos de cavalos e figuras equestres, particularmente para a série de cavaleiros militares (http://mfls.blogs.sapo.pt/tag/militaria).

 

Através de uma pequena estátua em bronze, Armando Mesquita homenageou também o cavaleiro tauromáquico Joaquim José Correia (1945-1966), seu sobrinho, falecido na sequência de uma colhida sofrida na praça de touros do Campo Pequeno, em Lisboa.

 

Existiram ainda mais dois modeladores da FLS que executaram figuras de cavalos produzidas em barro Parian – o já mencionado Clariano Casquinha da Costa (n. 1929, activo na FLS durante as décadas de 1950 e 1960) e António Moreira (datas desconhecidas), que lhe sucedeu na FLS. Segundo Clive Gilbert (n. 1938), o primeiro executou, entre outras peças, um modelo da égua Aureole, que venceu a corrida de Epsom em 1953, e o segundo uma estatueta equestre do visconde de Turenne e duque de Bouillon, Henri de la Tour d'Auvergne (1555-1623).

 

A figura apresentada acima não ostenta qualquer assinatura visível, mas uma fotografia existente no CDMJA e exibida na exposição Percurso Documental pelos Artistas da Fábrica de Loiça de Sacavém, realizada no MCS em 2007, atribui a sua autoria a Clariano Casquinha da Costa.

 

Note-se, aliás, a semelhança de traços faciais, particularmente do nariz, entre esta peça e alguns dos putti de sua autoria que já foram aqui apresentados (http://mfls.blogs.sapo.pt/tag/clariano casquinha da costa). 

 

Da produção da FLS em barro Parian conhecem-se ainda mais dois cavaleiros tauromáquicos, com diferente modelação e diferentes dimensões – um maior do que este, outro menor, eventualmente modelados também por Clariano Casquinha da Costa.

 

No exemplar da tabela de preços de 1960 existente no CDMJA refere-se que o preço desta peça, catalogada sob o número 702 e a designação "Cavaleiro Tauromáquico", é de 350$00, sendo o seu peso de 520 gramas.

 

As peças em barro Parian da FLS ainda se produziam em 1979, como se pode constatar na tabela de preços de 15 de Maio desse ano, onde surgem referenciados 27 exemplares. Nessa tabela, este "Cavaleiro Tauromáquico" surge a 1.077$00, sob a referência 9524, que se pode ver abaixo.

 

 

© MAFLS


Abril 07 2012

 

Cavalo de Fogo.

 

Prato de parede, com cerca de 28,4 cm. de diâmetro, executado em 1978 por Carlos Vizeu (1925-2012).

 

Em memória do mestre ceramista Carlos Vizeu (http://www.carlosvizeu.web.pt/), falecido a 30 de Março de 2012.

 

 

© MAFLS

publicado por blogdaruanove às 09:01

Setembro 27 2011

 

Pequeno prato, com decoração estampada sobre o vidrado e filetagem a dourado, evocativo do Ribatejo.

 

Note-se como esta imagem foi adaptada de uma outra, indubitavelmente mais antiga, também utilizada numa caneca da FLS (cf.http://mfls.blogs.sapo.pt/65443.html).

 

As técnicas utilizadas são distintas – enquanto neste caso foi usado um processo mecânico e serigráfico de sobreposição de contornos e cores, no exemplo da caneca houve uma primeira aplicação de uma gravura a preto, sob o vidrado, que depois foi colorida manualmente sobre o vidrado.

 

Desta série conhecem-se diversos exemplares representando diferentes províncias de Portugal, como o exemplar alusivo ao Alentejo que já aqui foi reproduzido (cf. http://mfls.blogs.sapo.pt/116409.html).

 

 

© MAFLS

 

publicado por blogdaruanove às 21:01

Setembro 18 2010

 

Caneca formato Direita, com decoração estampada a preto, pintura manual policromada sobreposta à estampa e filete dourado, tudo sobre o vidrado.

 

No lado oposto ao que se reproduz, apresenta ainda imagens de um barrete e uma vara de campino, chocalhos e uma canga, entre flores. Entre estes dois lados, apresenta também a inscrição "Lembrança do Ribatejo", estampada a preto sobre o vidrado.

 

 

© MAFLS


mais sobre mim
Fevereiro 2018
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9

11
12
13
15
16
17

19
20
22
23
24

25
26
27
28


pesquisar
 
subscrever feeds