Memórias e Arquivos da Fábrica de Loiça de Sacavém

Setembro 24 2016

 

Conjunto de cinzeiro, cigarreira e base para caixa de fósforos, com cerca de 6,2 x 11 x 9,5 cm., em faiança da Companhia das Fábricas Cerâmica Lusitânia / Lufapo.

 

Veja-se uma outra versão deste formato, da mesma fábrica mas com diferente marca e pintura policromática, aqui: http://modernaumaoutranemtanto.blogspot.pt/2014/05/cinzeiro-art-deco-lusitania-lisboa.html .

 

Como os autores de MUONT referem, conhece-se um outro exemplar, que eventualmente corresponderá ao modelo original, produzido pela fábrica inglesa Royal Doulton.

 

 

© MAFLS


Julho 30 2016

 

Conjunto de azulejos decorativos, com cerca de 15,2 cm. de lado, ostentando decoração aplicada a stencil (chapa recortada) e aerógrafo sobre o vidrado.

 

No tardoz ostentantam, em relevo, a inscrição LUFAPO / Coimbra, que, como se sabe, correspondia a uma das marcas do grupo Lusitânia.

 

© MAFLS


Janeiro 31 2016

 

Taça fruteira produzida em faiança pela unidade de Coimbra da Companhia das Fábricas Cerâmica Lusitânia, ostentando decoração floral estilizada, ao gosto Art Déco, aplicada a aerógrafo sobre stencil (chapa recortada).

 

Como já foi aqui referido em devido tempo (http://mfls.blogs.sapo.pt/tag/malga), na FLS este formato era habitualmente designado como malga.

 

 

© MAFLS


Maio 03 2015

 

 

Caixa em faiança com cerca de 13,4 x 17,4 cm., vulgarmente designada como caixa boleira, ostentando apenas a letra "L" impressa na pasta.

 

Embora a peça não apresente qualquer outra marca visível, quer a pasta quer o vidrado parecem corresponder à produção da Companhia das Fábricas Cerâmica Lusitânia durante o período Art Déco.

 

Como se pode comprovar numa publicação de MUONT (http://modernaumaoutranemtanto.blogspot.pt/2014/08/caixa-quadrangular-lusitania-coimbra.html), este formato foi produzido também em Portugal, pelo menos na unidade de Coimbra da CFCL, eventualmente sob influência original de um modelo alemão, da fábrica Carstens-Gräfenroda, que apresenta uma tampa com diferente remate (http://modernaumaoutranemtanto.blogspot.pt/2014/08/caixa-art-deco-aerografada-carstens.html).

 

Embora do ponto de vista ergonómico e funcional o remate esférico da tampa possa ser mais eficaz, a verdade é que a harmonia do conjunto é mais evidente com o remate que surge neste exemplar, e no da CFCL de Coimbra, pelo que será mais provável que o modelo da Carstens-Gräfenroda seja uma adaptação posterior do formato original.

 

Obviamente, não se contesta a hipótese de esse modelo original ser também de origem estrangeira.

 

 

© MAFLS


Setembro 01 2014

 

Escultura em faiança da unidade de Lisboa da Companhia das Fábricas Cerâmica Lusitânia, com cerca de 23,4 x 16,2 x 6 cm., representando uma girafa.

 

Note-se como a representação das manchas da pele foi executada a aerógrafo.

 

 

© MAFLS


Setembro 01 2014

 

Azulejo apresentando imagem parcialmente executada a aerógrafo, com um motivo onde o humor se cria a partir do non-sense, na unidade de Coimbra da Companhia das Fábricas Cerâmica Lusitânia.

 

© MAFLS

 


Julho 29 2014

 

Conjunto de chávena de chá e pires, em faiança da Companhia das Fábricas Cerâmica Lusitânia, Lisboa, com decoração floral aplicada a decalque sobre o vidrado.

 

Note-se como o corpo da chávena se assemelha ao formato Coimbra da FLS (http://mfls.blogs.sapo.pt/chavena-de-cha-e-pires-307482) e a asa se aproxima do perfil daquelas que surgem no formato Avenida (http://mfls.blogs.sapo.pt/48159.html).

 

 

© MAFLS

publicado por blogdaruanove às 21:01

Novembro 30 2013

 

Caixa em faiança com cerca de 14 x 19,5 x 13,1 cm., produzida numa das unidades fabris da Companhia das Fábricas Cerâmica Lusitânia, ostentando a marca CFCL2 (http://mfls.blogs.sapo.pt/189777.html). 

 

A propósito de caixas semelhantes, veja-se o que já foi referido aqui: http://mfls.blogs.sapo.pt/201061.html.


A presente imagem consta do catálogo da exposição Portuguese Ceramics in the Art Deco Period, realizada nos EUA em 2005, e é da autoria do fotógrafo João Francisco Vilhena (n. 1965).

 

Note-se que a imagem original foi registada em película e posteriormente digitalizada, o que afectou a sua qualidade e não reflecte as características que uma impressão em papel fotográfico oferece.

 

© MAFLS



Julho 07 2013

 

Mantendo-nos ainda na área da controversa denominação dos diversos recipientes e seus formatos, apresenta-se hoje um recipiente, com cerca de 6 cm. de altura e 25,2 cm. de diâmetro, que se poderá designar como taça fruteira.

 

Produzida em faiança pela Companhia das Fábricas Cerâmica Lusitânia, ostenta decoração geométrica e floral estilizada, ao gosto Art Déco, aplicada a aerógrafo sobre stencil (chapa recortada).

 

 

© MAFLS


Janeiro 03 2013

 

Tigela com complementos a ouro e efeito nacarado sobre o vidrado. 

 

Embora esta possa parecer uma tigela correspondente ao formato Meia-Cana da FLS com decoração semelhante, e já aqui apresentada  (http://mfls.blogs.sapo.pt/214525.html), trata-se efectivamente de um exemplar produzido na unidade de Coimbra da Companhia das Fábricas Cerâmica Lusitânia.

 

 

Como se pode verificar acima, a semelhança entre as duas peças é evidente, quer no formato quer na decoração, incluindo o efeito nacarado patente no vidrado. 

 

 

© MAFLS

publicado por blogdaruanove às 21:01

mais sobre mim
Março 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10

12
13
14
16
18

20
21
23
24
25

26
27
28
29
30
31


pesquisar
 
subscrever feeds