Memórias e Arquivos da Fábrica de Loiça de Sacavém

Maio 05 2012

          

          

 

Escultura em terracota vermelha pintada, com cerca de 17,5 x 20,3 x 5,8 cm., representando um cão da raça Grand Danois. Esta peça não apresenta qualquer marca, tendo possivemente sido produzida no eixo cerâmico Caldas da Rainha, Alcobaça, Coimbra.

 

Figuras deste género apareciam sempre nas grandes feiras anuais ou semanais, realizadas de norte a sul do país, durante o terceiro quartel do século XX.

 

As figuras cerâmicas reproduzindo cães são comuns, desde há muito séculos, nas mais diversas latitudes e culturas. Durante os três primeiros quarteis do século XX, contudo, terão sido talvez os ingleses aqueles que mais atenção deram à produção destas figuras.

 

Abaixo pode ver-se uma escultura em faiança reproduzindo um cão da raça Dálmata, com cerca de 16,8 x 22,8 x 7,6 cm., comercializado pela SylvaC. Esta foi uma das fábricas inglesas que mais se dedicou a comercializar figuras das diferentes raças em diversos tamanhos.

 

A raça dálmata, em particular, foi consagrada pelo livro da escritora Dodie Smith (Dorothy Gladys Smith, 1896-1990), The Hundred and One Dalmatians (1956), a que se seguiram o filme de animação homónimo realizado em 1961 pelos estúdios de Walt Disney (1901-1966) e a sua mais recente versão, datada de 1996.

 

            

 

© MAFLS


mais sobre mim
Fevereiro 2018
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9

11
12
13
15
16
17

19
20
22
23

25
26
27
28


pesquisar