Memórias e Arquivos da Fábrica de Loiça de Sacavém

Julho 01 2012

 

Azulejo com decoração estampada a castanho sobre o vidrado. O complemento policromático foi, por sua vez, aplicado à mão sobre essa estampagem. Apresenta no tardoz a inscrição SACAVEM, em relevo.

 

Um exemplar em papel vegetal com esta estampa em castanho, apresentando o número 1237 (relativo ao motivo) e datado de 1935, pode ser ser visto no primeiro volume da exposição Porta Aberta às Memórias, realizada no MCS em 2008.

 

Aí podem também ser vistos dois exemplares semelhantes a este. Outros exemplares complementados com friso de remate, da colecção de Feliciano David e Graciete Rodrigues (†), haviam já sido exibidos em 2000 na exposição Itinerário pela Produção da Fábrica de Loiça de Sacavém, como se pode constatar no respectivo catálogo.

 

A decoração deste azulejo é reminiscente do motivo Campo, para loiça doméstica, apresentando uma forma mais geometrizada das pétalas azuis, as quais passaram a ser complementadas no ramalhete pelas papoilas.

 

A inclusão das papoilas remete ainda para a celebração das Maias e para o ramalhete do Dia da Espiga, que habitualmente inclui também um pequeno ramo de oliveira.

 

O Dia da Espiga coincide com a quinta-feira de Ascensão, data que corresponde a feriado municipal em cerca de trinta concelhos portugueses.

 

© MAFLS


Janeiro 02 2010

 

Azulejo com decoração estampada a castanho e pintura colorida, à mão, sobre o vidrado. No tardoz apresenta a inscrição Sacavém e o número 1, em relevo.

 

Tal como muitas outras fábricas nacionais e internacionais, a FLS produziu painéis e frisos de azulejos destinados a decoração interior de diversas lojas – talhos, peixarias, leitarias, mercearias e padarias – com desenhos alusivos a cada um desses ramos de comércio. 

 

Dada a maior fragilidade da estampagem e da pintura sobre o vidrado, é possível que este exemplar se destinasse a um desses revestimentos decorativos interiores.

 

Originalmente, este azulejo integrava uma quadra losangular em que as espigas eram ladeadas por duas papoilas.

 

A inclusão das papoilas remete para a celebração das Maias e para o ramalhete do Dia da Espiga, que habitualmente poderá incluir também um pequeno ramo de oliveira.

 

© MAFLS

publicado por blogdaruanove às 01:09

mais sobre mim
Fevereiro 2018
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9

11
12
13
15
16
17

19
20
22
23

25
26
27
28


posts recentes

Azulejo

Azulejo

pesquisar