Memórias e Arquivos da Fábrica de Loiça de Sacavém

Dezembro 25 2010

 

Painel de azulejos que ainda hoje se encontra na fachada de um prédio comercial da Rua de Cedofeita, Porto, alusivo ao antigo Bazar dos Três Vintens, que esteve estabelecido naquele edifício.

 

Este painel foi pintado por F. Gonçalves (activo entre c. 1954 e c. 1978) e produzido na Fábrica do Carvalhinho, de Vila Nova de Gaia.

 

Para outras intervenções do mesmo pintor ver http://mfls.blogs.sapo.pt/search?q=f.+gon%C3%A7alves&Submit=OK.

 

 

© MAFLS


Setembro 30 2010

 

Detalhes de painéis de azulejos da estação ferroviária de S. Bento, Porto.

 

Notem-se as manchas presentes na imagem superior, que correspondem à tela adesiva colocada para suster alguns dos azulejos dos diversos painéis que necessitam de urgente consolidação.

 

 

Este último é um dos painéis restaurados, parcial ou extensivamente, em 1978, por F. Gonçalves (activo entre c. 1954 e c. 1978), pintor que esteve ligado à Fábrica do Carvalhinho, de Vila Nova de Gaia.

 

 

© MAFLS


Agosto 01 2010

 

Detalhes dos painéis da estação ferroviária de S. Bento, Porto.

 

No canto inferior direito do painel azul e branco reproduzido acima, intitulado Torneio dos Arcos de Valdevez (século XII), note-se o rectângulo de tela adesiva que assegura a manutenção in situ de alguns azulejos. Embora diversos painéis tenham sido restaurados por F. Gonçalves (activo entre c. 1954 e c. 1978) em 1978, a verdade é que o revestimento azulejar necessita actualmente de uma urgente intervenção de consolidação.

 

O friso multicolorido, com representações alegóricas da história dos transportes, remata todos os alçados do átrio.

 

No painel reproduzido abaixo, note-se como a locomotiva não só surge flanqueada pelo verde-rubro da bandeira republicana como apresenta ainda as mesmas cores nos amortecedores. Tal não será surpreendente se recordarmos que as obras, iniciadas ainda durante o período monárquico, se prolongaram por uma década, concluindo-se já em pleno período republicano.

 

 

© MAFLS


Janeiro 04 2010

 

Pormenor de um painel de azulejos da Fábrica do Carvalhinho, alusivo ao episódio bíblico da Boa Samaritana, instalado numa fonte de Vidago.

 

Encontra-se assinado F. Gonçalves (activo entre c. 1954 e c. 1978) e datado de 1954.

 

A Fábrica do Carvalhinho produzia azulejos essencialmente para o mercado do norte do país, embora alguns exemplares dessa produção se possam encontrar noutras regiões e mesmo no estrangeiro, para onde se exportavam em apreciável quantidade, em particular para os E. U. A., os pratos recortados com decoração manual.

 

O Hotel Vidago Salus, que se encontra em ruínas após um incêndio que sofreu há várias décadas e cuja demolição está prevista para breve, apresenta ainda no seu átrio, e noutras dependências, exemplares de azulejos fornecidos pela Fábrica do Carvalhinho.

 

 

© MAFLS

publicado por blogdaruanove às 13:09

mais sobre mim
Fevereiro 2018
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9

11
12
13
15
16
17

19
20
22
23

25
26
27
28


pesquisar