Memórias e Arquivos da Fábrica de Loiça de Sacavém

Julho 21 2012

© MCS/CDMJA 

 

Fotografia apresentando uma vista parcial do stand da FLS na I FILDA, Feira Internacional de Luanda, Angola, realizada entre 6 e 21 de Dezembro de 1969.

 

À direita, de perfil e com uma menina pela mão, parece encontrar-se o futuro embaixador português António Monteiro (António Victor Martins Monteiro, n. 1944), nascido em Angola.

 

A reprodução desta fotografia é uma cortesia do Museu de Cerâmica de Sacavém / Centro de Documentação Manuel Joaquim Afonso.

 

© MAFLS


Novembro 06 2011

© MCS/CDMJA 

 

Fotografia apresentando uma vista parcial do stand da FLS na I FILDA, Feira Internacional de Luanda, Angola, realizada entre 6 e 21 de Dezembro de 1969.

 

Aqui se pode comprovar como o novo logótipo da FLS, que existia já desde, pelo menos, 1967 (cf. http://mfls.blogs.sapo.pt/63619.html), foi divulgado nesta feira.

 

Esta imagem é ainda particularmente interessante por documentar a comercialização, nesse ano, das estatuetas militares, quer da Guerra Peninsular quer da Idade Média, do barro Parian (sob a palavra Progresso surge o conjunto de Faunos anteriormente aqui reproduzido [cf. http://mfls.blogs.sapo.pt/131483.html]), do motivo Faisão (Asiatic Pheasant) e do motivo Estátua (Cavalinho).

 

Complementarmente, note-se como a comercialização de loiça sanitária, aqui parcialmente ilustrada, representava uma parte muito significativa da promoção e consolidação da FLS. 

 

Abaixo reproduz-se o anverso de um exemplar da medalha executada por M. Patrício (datas desconhecidas) para comemorar a V FILDA, realizada em 1973, a primeira do certame enquanto membro da Union des Foires Internationales.

 

A reprodução da fotografia é uma cortesia do Museu de Cerâmica de Sacavém / Centro de Documentação Manuel Joaquim Afonso.

 

 

© MAFLS


Novembro 17 2010

 

Medalha desenhada por Leonel Cardoso (1898-1987) em 1972, para ilustrar o novo logótipo da FLS e assinalar os alegados 122 anos de fundação da empresa – recorde-se que a administração da época comemorou o centenário da fábrica em 18 de Novembro de 1950, conforme se pode constatar na placa então dedicada a Leland Gilbert (1907-1979) que seu filho, Clive Gilbert (n. 1938), doou ao MCS. 

 

Cunhada em bronze, com um diâmetro de 80 mm., encontra-se assinada, "Leonel", e datada, "972", mas não apresenta numeração nem indica tiragem ou casa gravadora. 

 

Apesar de Manuel Inez Soares (n. 1926) referir no seu livro Medalhística (1973), uma compilação de artigos sobre medalhística publicados no jornal O Século entre Novembro de 1971 e Novembro de 1972, que a tiragem desta medalha se limitou aos 80 exemplares, é bem possível que tenham sido cunhadas algumas medalhas suplementares. 

 

Uma versão deste novo logótipo já havia sido utilizada em 1969 no stand que a FLS apresentou em Angola, na 1.ª edição da FILDA, Feira Internacional de Luanda, conforme se pode verificar em algumas fotografias que integram o acervo do CDMJA.

 

Anteriormente, este logótipo surgira também em papel timbrado da empresa, datado de 12 de Junho de 1967, como se pode constatar no catálogo da exposição Porta Aberta às Memórias, volume I, realizada em 2008 no MCS.

 

 

© MAFLS


mais sobre mim
Fevereiro 2018
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9

11
12
13
15
16
17

19
20
22
23

25
26
27
28


pesquisar
 
subscrever feeds