Memórias e Arquivos da Fábrica de Loiça de Sacavém

Junho 08 2014

 

Pequena jarra em faiança da fábrica da Fonte Nova, Aveiro, com cerca de 11,2 cm. de altura, apresentando decoração floral pintada à mão sob o vidrado e ligeiro relevo acima da base.

 

Note-se como esta decoração se aproxima daquela que os modelos da Fábrica do Carvalhinho haveriam de vir a recuperar, com grande apuro artístico e muito sucesso comercial, no período de administração da FLS.

 

O formato evoca claramente os modelos de jarras bojudas comuns às diversas fábricas portuguesas de faiança – desde Viana a Gaia, ou de Coimbra a Lisboa, durante os séculos XVIII e XIX.

 

 

Por outro lado, o pormenor simplificado do relevo moldado na pasta, remetendo para anteriores modelos orientais mais elaborados, haveria também de vir a ser recuperado, com um detalhe técnico mais fiel às suas origens, em algumas das peças que a VA comercializou já no terceiro quartel do século XX.

 

O pequeno pote com tampa ilustrado acima, produzido pela VA no período de 1947 a 1968 e medindo cerca 13,8 cm. na sua altura total, recupera esse modelo decorativo com a pasta de porcelana sendo trabalhada em separado e posteriormente aplicada ao conjunto.

 

     

 

© MAFLS


Setembro 21 2013

 

Pequena jarra em faiança da Fábrica da Fonte Nova, em Aveiro.

 

Com cerca de 11,8 cm. de altura e 4,3 cm. de diâmetro, esta peça, de invulgar formato na produção portuguesa, apresenta na base, manuscritas, a marca "Fonte Nova – Aveiro" e as iniciais "A.M.R."

 

Por volta de 1885 um formato semelhante, da fábrica inglesa Minton (Minton no. 2693), foi decorado, com um motivo distinto, por Christopher Dresser (1835-1904). O perfil daquela peça, que tanto reflecte as propostas de inovação formal de Dresser, também poderá ter sido criado por este consagrado designer.

 

Será também interessante confrontar este formato com o de uma peça da fábrica finlandesa Arabia, produzida no início do século XX: http://mfls.blogs.sapo.pt/211277.html.

 

Inusitada é, ainda, esta decoração geometrizante, que em nada se assemelha à maioria das propostas decorativas apresentadas na época em Portugal, quer em faiança quer em porcelana.

 

A presente imagem consta do catálogo da exposição Portuguese Ceramics in the Art Deco Period, realizada nos EUA em 2005, e é da autoria da fotógrafa americana Maggie Nimkin (http://www.maggienimkin.com/).

 

Note-se que a imagem original foi registada em película e posteriormente digitalizada, o que afectou a sua qualidade e não reflecte as características que uma impressão em papel fotográfico oferece.

 

© MAFLS


mais sobre mim
Fevereiro 2018
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9

11
12
13
15
16
17

19
20
22
23

25
26
27
28


pesquisar