Memórias e Arquivos da Fábrica de Loiça de Sacavém

Novembro 10 2015

 

Prato coberto formato Estoril com decoração minimalista sobre o vidrado.

 

Este notável paradigma dos modelos cerâmicos Art Déco para serviços de mesa corresponde ao formato Casino, que havia sido lançado cerca de 1932 pela fábrica inglesa Royal Doulton.

 

Como também já foi referido anteriormente (http://mfls.blogs.sapo.pt/tag/formato+estoril), as terrinas, saladeiras e pratos cobertos formato Estoril não estão referenciadas nas tabelas da FLS para 1932 e 1938, embora surjam no catálogo de 1950. 

 

O motivo, constituído apenas por um círculo e dois triângulos que pretendem sugerir a imagem de um veleiro, surge como uma das combinações minimalistas mais bem conseguidas da FLS, muito embora seja provavelmente de origem estrangeira.

 

 

© MAFLS


Março 24 2015

 

Por ocasião de mais uma Assembleia Geral da Associação dos Amigos da Loiça de Sacavém, que decorrerá pelas 11h30m do próximo sábado, dia 28 de Março de 2015, no Museu de Cerâmica de Sacavém, publicar-se-ão esta semana dois artigos ilustrados com peças da FLS.

 

Hoje apresenta-se um conjunto de pires e chávena de café do emblemático formato Estoril, com decoração a preto e dourado, publicando-se na próxima quinta-feira mais uma artigo sobre A FLS na Literatura.

 

Conforme referido anteriormente, tal formato, que epitomiza o melhor do espírito Art Déco na cerâmica de várias fábricas europeias, surge na produção da FLS com sete combinações cromáticas para o motivo aqui apresentado (http://mfls.blogs.sapo.pt/27114.html).

 

 

© MAFLS

publicado por blogdaruanove às 21:01

Dezembro 01 2013

© MCS/CDMJA

 

Fotografia de um conjunto de chávena de café e pires formato Estoril.

 

O catálogo de formatos de Maio de 1950 reproduz imagens das seguintes peças do formato Coimbra – açucareiro, azeitoneira, cafeteira, chávena com pires para café, leiteira, molheira, prato, prato coberto, saladeira, terrina e travessa.

 

Note-se que, entre outras peças, não surgem neste formato bules, chávenas de chá nem manteigueiras.

 

A reprodução desta fotografia é uma cortesia do Museu de Cerâmica de Sacavém / Centro de Documentação Manuel Joaquim Afonso.

 

© MAFLS


Dezembro 12 2012

   

 

Cafeteira formato Estoril, decorada a azul e dourado sobre o vidrado, com o motivo 933.

 

Este formato ainda surge referenciado no catálogo de formatos de Maio de 1950, embora a pasta rosa não esteja registada na tabela de preços de 1938. Se compararmos esta cor, que terá sido produzida num curto período de tempo, com o Damask Rose (http://mfls.blogs.sapo.pt/160638.html) da Newport Pottery, constatamos que este rosa da FLS foi produzido num tom mais claro.

 

Aliás, este tom é tão claro que poderia ser tomado pelo designado barro marfim do FLS, caso não seja muito mais provável que este corresponda ao tom ilustrado num açucareiro aqui mostrado: http://mfls.blogs.sapo.pt/76995.html.

 

Quanto ao design deste formato, é na cafeteira que se comprovam as características ergonómicas da asa, a qual permite perfeita adaptação de três dedos da mão ao seu ondulado.

 

Com a mesma decoração, mas em pasta azul, veja-se um conjunto de chávena de café e pires aqui: http://mfls.blogs.sapo.pt/tag/motivo+933.

 

Conforme referido nesse artigo, este formato foi também produzido pela fábrica inglesa Carlton Ware, provavelmente aquele que serviu de protótipo a este modelo da FLS. Mas o formato foi ainda produzido pela empresa francesa Robj, a qual deverá ter sido a inspiradora do modelo comercializado também pela VA.

 

Conhece-se, com efeito, este modelo de cafeteira em porcelana da VA, que surge registado no verbete 4848, datado de Fevereiro de 1938, sob a designação Cafeteira Paris c/ asa canelada.

 

As observações desse verbete referem que o modelo se produzia no tamanho 3, com 195 mm. de altura, e no tamanho 5, com 150 mm. de altura, e ainda que se fazia também com as asas Valente, Quadrada e Mota.

 

De acordo com o verbete 1973 da VA, sabe-se que o modelo de chávena Paris com asa quadrada, e a decoração P.A. 458, já se produzia em Junho de 1934, registando-se nos dados históricos a seguinte anotação - "de 1 jornal francez". Os dados históricos do verbete 2242 da VA registam ainda que esse modelo, com a decoração FA. 64, foi produzido para "o [hotel] Continental de Vigo [Galiza, Espanha]".

 

 

© MAFLS


Dezembro 26 2011

 

Terrina formato Estoril apresentando decoração floral estampada sobre o vidrado. 

 

Veja-se o prato de base para esta terrina, que também pode servir como travessa, em: http://mfls.blogs.sapo.pt/121477.html.

 

 

© MAFLS


Agosto 26 2011

 

Prato formato Estoril para terrina, com 39,8 x 31,2 cm, apresentando decoração estampada sobre o vidrado. 

 

 

© MAFLS

publicado por blogdaruanove às 21:01

Outubro 22 2010

 

Terrina Art Déco, formato Estoril, decorada como o motivo 989, e filetagem a dourado, sobre o vidrado.

 

Este corresponde ao formato Casino, lançado cerca de 1932 pela fábrica inglesa Royal Doulton. A própria decoração é semelhante às decorações Marquis (laranja e preto) e Radiance (verde e preto) apresentadas por essa fábrica.

 

No entanto, na composição dos serviços Estoril a FLS apenas produziu pratos cobertos, saladeiras (cf. http://mfls.blogs.sapo.pt/38568.html) e terrinas seguindo o formato Casino, da Royal Doulton. Os serviços de café e chá correspondiam a um outro formato, com denominação desconhecida, apresentado pela fábrica inglesa Carlton Ware (cf. http://mfls.blogs.sapo.pt/27114.html).

 

As terrinas, saladeiras e pratos cobertos formato Estoril não estão referenciadas nas tabelas de 1932 e 1938 mas surgem no catálogo de 1950. 

 

 

© MAFLS


Março 16 2010

 

Saladeira formato Estoril, em pasta azul.

 

Esta saladeira não surge nas tabelas de preços de 1932 e 1938, encontrando-se no entanto referenciada no Catálogo de Formatos de Loiças Domésticas de Maio de 1950, onde surgem reproduzidos doze formatos – Aldeia, Berlim, Coimbra, Estoril, Hotel, Império, Inglês, D. João V, Paris, Redondo, W. [Wagon] Lits e Mariscos.

 

Este último formato, com três lavagantes na base, é igual a um formato produzido pela fábrica inglesa Carlton Ware e semelhante a um formato em porcelana sem indicação de fabrico, mas que surge com remate metálico e talheres marcados WMF, sigla que corresponde à famosa fábrica alemã Württembergische Metallwarenfabrik (http://www.wmf.com/).

 

 

© MAFLS


Fevereiro 22 2010

 

Azeitoneira, formato Estoril, em pasta azul.

 

Esta peça não surge nas tabelas de preços de 1932 e 1938, surgindo no entanto referenciada no Catálogo de Formatos de Loiças Domésticas de Maio de 1950.

 

 

© MAFLS

publicado por blogdaruanove às 21:01

Dezembro 24 2009

 

Chávena de café e pires formato Estoril, em pasta azul, com a decoração número 933 a esmalte e dourado sobre o vidrado.

 

O registo desta decoração para cafeteira, existente no CDMJA, refere que a mesma se destina a serviços de café formato "Estoril", em barro marfim. Uma outra anotação refere que se fabrica nas variantes azul e preto, verde e preto, amarelo e preto, ouro e preto, amarelo e castanho, ouro e azul, e encarnado e preto.

 

Este formato, que se constitui como o paradigma máximo dos formatos Art Déco nos serviços de mesa da FLS, não é contudo original da fábrica. Conhece-se produção semelhante na Carlton Ware, de Inglaterra, a qual parece também não ter sido a empresa criadora do desenho original.

 

Esta peça foi exibida na exposição Portuguese Ceramics in the Art Deco Period, realizada em 2005 nos E.U.A.

 

 

© MAFLS


mais sobre mim
Dezembro 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

11
12
14
15

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30

31


pesquisar