Memórias e Arquivos da Fábrica de Loiça de Sacavém

Maio 24 2014

 

Leiteira formato Porto com decoração floral estampada sobre o vidrado.

 

 

© MAFLS

publicado por blogdaruanove às 21:01

Março 09 2014

 

Leiteira com vidrado monocromático azul.

 

Apesar de não ostentar a tradicional marca da FLS, é óbvio que esta peça corresponde ao formato Porto (http://mfls.blogs.sapo.pt/tag/formato+porto).

 

Veja-se um conjunto de pires e chávena de café com vidrado monocromático similar, mas do formato Aldeia aqui: http://mfls.blogs.sapo.pt/91130.html.

 

 

© MAFLS

publicado por blogdaruanove às 21:01

Março 12 2013

 

Leiteira formato Porto com decoração geométrica sob o vidrado.

 

Notem-se as manchas patentes na base, causadas pelo uso e pela infiltração de gorduras sob o craquelé do vidrado, que foram absorvidas pela pasta.

 

Note-se ainda a irregularidade do remate da filetagem no rebordo bem como as suas diferentes tonalidades, características decorrentes da sua aplicação manual.

 

 

© MAFLS

publicado por blogdaruanove às 21:01

Outubro 29 2012

 

Bule formato Porto decorado com o motivo 626, esponjado e pintado à mão, sob o vidrado.

 

Note-se como a letra "R" surge quer na base quer no interior da tampa. Uma hipótese para a aposição de esta letra nas peças da FLS é a de que esta possa corresponder à indicação de refugo.

 

No caso deste exemplar, tal classificação seria consentânea com uma pequena cratera no rebordo do bule, correspondente a uma bolha cuja rebentação terá ocorrido durante o cozimento, e com a deficiente vitrificação da parte superior da tampa. 

 

Agora, como explicar que essa letra já tivesse sido carimbada na pasta antes da vitrificação? Mais, estando a peça já classificada como refugo, para quê cozê-la novamente e, como acontece nalguns outros exemplos conhecidos, proceder ainda à sua decoração sobre o vidrado ou à sua filetagem a dourado? 

 

Veja-se um conjunto de chávena e pires formato Ourique, com este motivo, aqui: http://mfls.blogs.sapo.pt/40059.html.

 

 

 

© MAFLS

publicado por blogdaruanove às 21:01

Abril 12 2012

 

Bule formato Porto estampado sob o vidrado com o motivo número 7 e filetagem a ouro sobre o vidrado.

 

Note-se a aposição da marca Gilman Lda. e o azul escorrido (flow blue) tão comum na estampagem a azul.

 

 

© MAFLS 

publicado por blogdaruanove às 21:01

Setembro 17 2011

 

Cafeteira formato Porto, do período final da FLS, com decoração decalcada sobre o vidrado e filetagem a dourado. Curiosamente, no catálogo de formatos de Maio de 1950 surgem o bule e a leiteira formato Porto, mas não a cafeteira.

 

Com esta decoração e com o mesmo formato, veja-se uma leiteira em: http://mfls.blogs.sapo.pt/117212.html e, apenas com esta decoração, uma chávena de chá com pires em: http://mfls.blogs.sapo.pt/82419.html.

 

 

© MAFLS


Setembro 12 2010

 

Leiteira formato Porto estampada a verde, sob o vidrado, com retoques a ouro, sobre o vidrado.

 

De acordo com a tabela de Setembro de 1949, este formato tem a capacidade de 4 decilitros. Ainda segundo a mesma tabela, produzia-se em branco e nas classes A (colorido sem ouro), B (colorido sem ouro) e C (colorido com ouro), com os seguintes preços – 7$00, 8$00, 9$00 e 11$00. A diferença de custo entre as classes A e B dever-se-ia, muito provavelmente, a uma maior ou menor intervenção manual na decoração.

 

Na tabela de 1938 este modelo apresentava-se apenas em duas classes – I (colorido sem ouro), a 4$90, e II (colorido com ouro), a 6$15. Uma nota de Fevereiro de 1945 dactilografada na capa do exemplar desta tabela que se encontra no CDMJA refere o seguinte:

 

" IMPORTANTE = Os preços constantes / de todas estas tabelas, estão sujeitos / aos seguintes aumentos: / NAS LOIÇAS SEM OURO = 10% +20 +10+10+10% / NAS LOIÇAS COM OURO= 10 +10% +20+10+10+10% / 7/2/45 "

 

Embora os açucareiros e bules deste formato se encontrem referidos na tabela de 1932, tal não acontece com as leiteiras.

 

 

© MAFLS


Setembro 06 2009

 

Bule formato Porto, com decoração estampilhada, a verde e lilás, e retoques manuais, a verde. O formato Porto encontra-se referenciado nas tabelas de preços publicadas entre 1932 e 1950, mas a sua produção iniciara-se já, certamente, antes da primeira data e continuou também certamente depois de 1950.

 

De acordo com a tabela de Setembro de 1949, este formato fabricava-se em quatro tamanhos – 8, 10, 18 e 25 decilitros, correspondendo o exemplar reproduzido a esta última medida.

 

Ainda segundo a mesma tabela, este formato produzia-se em branco e nas classes A (colorido sem ouro), B (colorido sem ouro) e C (colorido com ouro), com os seguintes preços – 36$00, 40$00, 45$00 e 55$00, para o tamanho maior, e 13$50, 15$00, 16$50 e 20$00, para o tamanho mais pequeno. Embora tal não se encontre especificado, a diferença de custo entre as classes A e B dever-se-ia, provavelmente, a uma maior ou menor intervenção manual na decoração.

 

Na tabela de Janeiro de 1932 este modelo surgia nas quatro medidas, mas apenas em três classes – branco, colorido sem ouro e colorido com ouro, com os seguintes preços – 12$50, 16$50 e 18$50, para o tamanho maior, e 4$50, 6$00 e 7$50, para o menor.

 

Já na tabela de 1938 este modelo só se apresentava em duas classes – I (colorido sem ouro) e II (colorido com ouro), comercializando-se apenas nos três tamanhos mais pequenos, com os seguintes preços – 16$90,11$90 e 7$50, para a classe I, e 21$90, 13$10 e 9$30, para a classe II. Na classe I o serviço de 19 peças estava tabelado a 77$50 e na classe II a 93$50. Nesse ano, para este formato, ofereciam-se serviços de 19, 16, 10 e 9 peças.

 

 

© MAFLS


mais sobre mim
Novembro 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

13
14
16
17

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30


pesquisar