Memórias e Arquivos da Fábrica de Loiça de Sacavém

Setembro 01 2014

 

Duas jarras em grés, com cerca de 16,6 cm. de altura, a primeira, e 22,7 cm, a segunda, produzidas na fábrica francesa Fourmaintraux-Delassus, situada em Desvres (veja-se o site do museu aqui: http://www.desvresmuseum.org/).

 

Note-se como a primeira peça apresenta um formato estilizado que remete para os motivos vegetais e para as florescências, particularmente para as flores do medronheiro, aproximação escultórica muito ao gosto do movimento Art Nouveau que, durante a última década do século XIX e as primeiras duas décadas do seguinte, foi comum a muitas das fábricas europeias e americanas na modelação das suas cerâmicas.

 

 

 

A empresa Fourmaintraux-Delassus desenvolveu entre cerca de 1936 e 1983 particular actividade na criação de peças em grés.

 

Herdeira da tradição ceramista da região de Desvres, a empresa manteve também a tradição de anteriores instituições produtoras de faiança, como a fábrica La Belle Croix, onde trabalharam, desde o século XIX, Charles Fourmaintraux-Courquin, Charles Fourmaintraux-Houzel e François Fourmaintraux.

 

A sua produção destacou-se na utilização decorativa de microcristais, seguindo uma tradição de finais do século XIX que se estendeu à produção de cerâmica Art Nouveau, aplicando particularmente uma cristalização azul semelhante àquela que era característica da fábrica Pierrefonds (http://mfls.blogs.sapo.pt/tag/pierrefonds).

 

     

 

© MAFLS

publicado por blogdaruanove às 02:09

mais sobre mim
Novembro 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

13
14
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30


pesquisar