Memórias e Arquivos da Fábrica de Loiça de Sacavém

Setembro 25 2015

Prato de cozinha, com cerca de 29,3 cm. de diâmetro, do último período de produção da FLS.

 

Seguindo uma tendência revivalista, adoptada durante este período em alguns formatos e decorações, esta peça apresenta um motivo floral aplicado a aerógrafo sobre stencil (chapa recortada) que remete para algumas decorações Art Déco muito características das décadas de 1920, 1930 e 1940.

 

 

© MAFLS

publicado por blogdaruanove às 21:01

Junho 03 2014

 

Prato de cozinha, formato Liso, com decoração, correspondente ao motivo número 946, aplicada a aerógrafo e stencil (chapa recortada), sob o vidrado.

 

Com cerca de 26,3 cm. de diâmetro, este prato corresponde ao 5.º tamanho, que, na tabela de preços de 1932, surgia a 2$45 para "Colorido s/ ouro". 

 

Veja-se outro prato com este motivo, apresentando variante da cor do rebordo, aqui: http://mfls.blogs.sapo.pt/49869.html.

 

A comparação dos dois exemplares permite verificar a existências de diversas chapas recortadas, não apenas para as duas cores do edifício, mas também para as palmeiras, como é evidente na diferente distância existente entre o edifício e as palmeiras e na diferente posição do tronco destas últimas.

 

 

 

© MAFLS


Janeiro 12 2013

 

Grande prato fundo em faiança, com cerca de 32,8 cm. de diâmetro, decorado com motivos florais sobre chapa recortada (stencil) e pintura manual no peixe.

 

Conhecem-se diversas variantes e combinações decorativas deste motivo, normalmente em peças não marcadas. Este prato, como se pode verificar abaixo, apresenta no tardoz, sobre o vidrado, as iniciais Nz (?) e quatro segmentos de recta verticais.

 

 

© MAFLS


Julho 15 2012

 

Prato de cozinha, com cerca de 32,2 cm. de diâmetro, decorado a stencil (chapa recortada) e aerógrafo sob o vidrado. No rebordo, notem-se os três pontos não vidrados correspondentes aos pinos da trempe utilizada para separar as peças no forno. No tardoz existem nove desses pontos, em três grupos triangulares.

 

Seguindo uma tradição que já vinha do século anterior, este motivo 1161 da FLS insere-se na tipologia do motivo floral com rosas, um dos mais populares, em Portugal, para decoração de pratos de cozinha durante o segundo quartel do século XX.

 

Por vezes as rosas poderiam surgir com uma representação mais estilizada, ou associadas a outras flores, como se pode ver num prato das Lages já reproduzido: http://mfls.blogs.sapo.pt/155504.html.

 

Agradece-se a Arlete Amaro, natural de Loriga e descendente de trabalhadores da FLS, a oferta deste exemplar.

 

A ligação entre a FLS e Loriga já havia sido sublinhada por Clive Gilbert (n. 1938), último proprietário da FLS, no seu texto para o catálogo da exposição Portuguese Ceramics in the Art Deco Period, realizada nos EUA em 2005:

 

"Apesar de todas estas sedutoras regalias [instituídas por Herbert Gilbert (1878-1962)], a empresa viu-se obrigada a procurar trabalhadores fora da região. A solução foi a importação, na prática, de muitos habitantes da aldeia [hoje, vila] de Loriga, concelho de Seia, Beira Alta. A população desta região essencialmente agrícola era conhecida pela sua saúde de ferro devido à natureza do clima. Foi tal o sucesso que, hoje em dia, ainda existe uma associação dos antigos habitantes de Loriga, e seus descendentes, em Sacavém."

 

A 1 de Junho de 1996 foi celebrado um acordo de geminação entre Loriga (http://pt.wikipedia.org/wiki/Loriga) e Sacavém.

 

 

© MAFLS

publicado por blogdaruanove às 21:01

Março 13 2012

      

         

 

Prato de cozinha formato Liso, com cerca de 35,6 cm. de diâmetro, apresentando decoração central com frutos e flores aplicada a stencil (chapa recortada) e cercadura aplicada a aerógrafo, sob o vidrado.

 

Como se pode verificar abaixo, e na zona central da decoração, a vitrificação foi efectuada de forma deficiente pelo que a porosidade da pasta ficou mais exposta às diversas manchas decorrentes do uso.

 

 

© MAFLS

publicado por blogdaruanove às 21:01

Março 03 2012

 

Prato de cozinha, com cerca de 38,4 cm. de diâmetro, apresentando desenhos de ameixas, cerejas e morangos estampados a preto sob o vidrado.

 

Apesar de este exemplar não se encontrar marcado, corresponde ao formato Liso da FLS e a decoração ao motivo Fructa, como se pode verificar no catálogo da exposição Primeiras Peças da Produção da Fábrica de Loiça de Sacavém: O Papel do Coleccionador, realizada em 2004 no Museu de Cerâmica de Sacavém.

 

O motivo Fructa era aplicado nas peças da FLS desde o último quartel do século XIX.

 

© MAFLS


Novembro 08 2011

 

Prato fundo de cozinha, com cerca de 28,2 cm. de diâmetro e decoração estampada a verde sob o vidrado.

 

Para além dos motivos florais e dos motivos náuticos, a decoração apresenta como motivo principal uma imagem da Torre de Belém, em Lisboa.

 

 

© MAFLS


Setembro 19 2011

 

Prato de cozinha, com cerca de 33,2 cm. de diâmetro, decorado com flores estilizadas aplicadas a stencil (chapa recortada) no centro e rebordo colorido a aerógrafo.

 

Note-se como a representação das folhas foi efectuada recorrendo a um invulgar efeito de alternância entre vazados e cheios, o qual sugere até que, originalmente, o seu contorno interior poderia ter sido criado para ser preenchido com outra tonalidade que não a do fundo branco.

 

 

© MAFLS


Outubro 10 2010

 

Prato de cozinha, com cerca de 32 cm. de diâmetro, apresentando o motivo Estátua estampado a preto sob o vidrado.

 

Note-se como a estampa central continua a apresentar pequenas variantes relativamente a todas as outras já aqui reproduzidas, nomeadamente quanto à vegetação de fundo e a alguns pormenores do cavalo.

 

Note-se ainda como, apesar da enorme área de estampagem disponível, os elementos decorativos da imagem central foram reduzidos, e estão simplificados, relativamente a estampas que são certamente mais antigas, como esta: http://mfls.blogs.sapo.pt/65879.html.

 

 

© MAFLS


Agosto 19 2010

 

Prato de cozinha com decoração central aplicada a stencil (chapa recortada) e cercadura aplicada a aerógrafo, sob o vidrado. Este prato mede cerca de 29,2 cm. de diâmetro, pelo que corresponderá ao quarto tamanho.

 

Embora tal não seja evidente na imagem, o vidrado foi aplicado defeituosamente, sem homogeneidade e sem a mesma espessura, facto que acabou por afectar a decoração que se encontra por baixo. A imprecisa delimitação da decoração geométrica verde-rubra assinala algumas das zonas onde o vidrado se encontra defeituoso.

 

 

© MAFLS


mais sobre mim
Janeiro 2018
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
12

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30
31


pesquisar