Memórias e Arquivos da Fábrica de Loiça de Sacavém

Janeiro 31 2017

 

Bule formato Hotel com a inscrição CHÁ LI-CUNGO aplicada com barbotina em relevo sobre o vidrado.

 

Veja-se um bule do mesmo formato ostentando a mesma legenda, mas aplicada com diferente técnica, aqui: http://mfls.blogs.sapo.pt/152569.html.

 

Note-se que este exemplar apresenta uma pasta argilosa com acabamento acastanhado, muito diferente da generalidade da produção da FLS, mas semelhante a outras peças da fábrica relacionadas com esta bebida, característica também comum a alguma da produção cerâmica inglesa especificamente destinada ao chá.

 

 

Como já foi referido anteriormente, este chá era cultivado em Moçambique e, como se pode comprovar pela embalagem aqui reproduzida, comercializado através da Companhia da Zambézia.

 

Vejam-se outras peças, também com legendas alusivas ao chá, aqui: http://mfls.blogs.sapo.pt/tag/ch%C3%A1.

 

 

© MAFLS


Fevereiro 09 2014

 

Anúncio publicado na revista Ilustração, número 114, de 16 de Setembro de 1930.

 

Embora não se encontre assinada, a ilustração da capa será muito provavelmente de Stuart Carvalhais (1887-1961).

 

Detalhe da capa da revista.

 

© MAFLS


Dezembro 15 2013

 

Chávena de chá e pires, formato Hotel, apresentando uma legenda publicitária do Chá Namúli.

 

Esta marca adoptou o nome do famoso monte Namúli, em Moçambique, celebrado pela qualidade do seu chá.

 

A publicidade a distintas marcas de chá – Licungo, Lipton, em outras peças da FLS, já foi aqui documentada: http://mfls.blogs.sapo.pt/230660.html.

 

A presente imagem consta do catálogo da exposição Portuguese Ceramics in the Art Deco Period, realizada nos EUA em 2005, e é da autoria do fotógrafo João Francisco Vilhena (n. 1965).

 

Note-se que a imagem original foi registada em película e posteriormente digitalizada, o que afectou a sua qualidade e não reflecte as características que uma impressão em papel fotográfico oferece.

 

© MAFLS

publicado por blogdaruanove às 21:01

Novembro 07 2013

 

Pequeno busto da actriz Marlene Dietrich (1901-1992), com cerca de 11 cm. de altura, em pasta azul apresentando legendagem e decoração dourada, na base, sobre o vidrado.


Estamos perante uma variante ainda mais rara, devido à coloração da pasta, de uma figura já anteriormente aqui apresentada: http://mfls.blogs.sapo.pt/135455.html.


A presente imagem consta do catálogo da exposição Portuguese Ceramics in the Art Deco Period, realizada nos EUA em 2005, e é da autoria do fotógrafo João Francisco Vilhena (n. 1965).

 

Note-se que a imagem original foi registada em película e posteriormente digitalizada, o que afectou a sua qualidade e não reflecte as características que uma impressão em papel fotográfico oferece.

 

Esta peça, que à data integrava a colecção de Clive Gilbert, foi entretanto doada ao Museu de Cerâmica de Sacavém.

 

© MAFLS



Outubro 04 2013

 

Anúncio de página inteira publicado no número 22, III série, de Junho de 1961, da revista Panorama, publicação mensal do Secretariado Nacional da Informação, Cultura Popular e Turismo (SNI).


Note-se a menção às filiais da FLS no Funchal, inaugurada em finais da década de 1950 e que já havia sido referida anteriormente (http://mfls.blogs.sapo.pt/136411.html), e em Luanda.


Veja-se um exemplar desta estatueta aqui: http://mfls.blogs.sapo.pt/210356.html, e outros dois anúncios referentes a esta série aqui: http://mfls.blogs.sapo.pt/tag/d.+jo%C3%A3o+i.

publicado por blogdaruanove às 21:01

Junho 26 2013

 

Paliteiro triangular, do último período de produção da FLS, ostentando publicidade, aplicada sobre o vidrado, à empresa Vidago, Melgaço e Pedras Salgadas.

 

Vejam-se algumas informações sobre as termas das Pedras Salgadas aqui: http://blogdaruanove.blogs.sapo.pt/tag/pedras+salgadas, e sobre as termas de Vidago aqui: http://blogdaruanove.blogs.sapo.pt/tag/vidago.

 

 

© MAFLS


Novembro 17 2012

 

Jarra em porcelana da Vista Alegre com o logótipo da fábrica de tintas DYRUP. Com cerca de 31,1 cm. de altura, ostenta a marca correspondente ao período de 1947 a 1968.

 

O formato modernista desta jarra, executada em finais da década de 1950, ou princípios da década seguinte, é acentuado pelo pontilhado em relevo, sendo tal característica comum a várias peças de produção alemã, encontrando-se particularmente em alguns exemplares das fábricas Eschenbach (http://www.eschenbachporzellan.com/) e Rosenthal (http://www.rosenthal.de/).

 

Nesta última fábrica, o relevo pontilhado, acompanhado ou não de motivos figurativos, aparece muitas vezes associado às decorações desenvolvidas pelo consagrado designer e ceramista dinamarquês Bjørn Wiinblad (1918-2006; http://www.rosenthal.de/product/studio-line-tableware-magic-flute-sarastro-plate-25-cm-en/.)

 

 

Como se pode constatar neste anúncio da Vista Alegre, publicado na revista Panorama, número 2, III série, de Junho de 1956, este formato já era comercializado nesse ano.

 

O facto de esta peça ter sido encomendada em porcelana, e executada numa fábrica de Ílhavo, apresenta em si uma nota irónica, pois as instalações da DYRUP em Portugal, que ainda hoje se encontram no mesmo local, confinavam a norte com o perímetro da Fábrica de Loiça de Sacavém...

 

A DYRUP, empresa de origem dinamarquesa fundada em 1928 e activa em Portugal desde 1947, foi entretanto adquirida no início do corrente ano de 2012 pela empresa americana PPG (http://www.ppg.com/en/Pages/home.aspx).

 

 

© MAFLS


Outubro 19 2012

 

Caixa comemorativa da visita do papa João Paulo II (Karol Józef Wojtyla, 1920-2005) a Portugal, em Maio de 1982, com filetagem, legenda e imagem estampada sobre o vidrado.

 

Veja-se um prato desta série aqui: http://mfls.blogs.sapo.pt/132385.html.

 

 

© MAFLS


Outubro 07 2012

 

Anúncio de página inteira publicado no Almanaque Lello para 1931.

 

Como se viu anteriormente (http://mfls.blogs.sapo.pt/192804.html), neste almanaque publicou-se também um anúncio da FLS, traduzindo esta publicação simultânea a nova realidade empresarial criada em 1930 com a aquisição da Fábrica do Carvalhinho pela FLS.

 

© MAFLS


Setembro 21 2012

 

Anúncio de meia página publicado no Almanaque Lello para 1931.

 

Neste almanaque publicou-se também um anúncio da Fábrica do Carvalhinho, que será reproduzido posteriormente.

 

O aparecimento simultâneo destes dois anúncios num almanaque para 1931, editado no Porto, está indubitavelmente ligado ao facto de a FLS ter adquirido em 1930 a Fábrica do Carvalhinho e à publicitação dessa nova realidade empresarial. Com efeito, ao longo dos oito anos em que este almanaque se publicou – 1929-1936, este foi o único em que se apresentou publicidade destas fábricas.

 

Sublinhe-se ainda a sensibilidade e tacto publicitário dos responsáveis por estes anúncios, que optaram por meia página, sem ilustração, para a FLS e por página inteira, com ilustração, para a Fábrica do Carvalhinho.

 

 

© MAFLS

publicado por blogdaruanove às 21:01

mais sobre mim
Março 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10

12
13
14
16
18

20
21
23
24
25

26
27
28
29
30
31


pesquisar