Memórias e Arquivos da Fábrica de Loiça de Sacavém

Abril 26 2014

 

Bacia de mãos, com cerca de 33,2 cm. de diâmetro e 9,6 cm. de altura, apresentando o motivo Vaquinhas estampado a preto sob o vidrado.

 

Tal como acontece com dois outros motivos do século XIX já aqui apresentados (cf. http://mfls.blogs.sapo.pt/9037.html e http://mfls.blogs.sapo.pt/10398.html.), não foi ainda possível localizar esta imagem entre a catalogação das centenas de estampas produzidas em Inglaterra, a grande fonte para a decoração estampada da cerâmica europeia daquele século, embora a representação de edifícios arruinados com gado em primeiro plano seja comum na louça inglesa do período romântico.

 

Assim, é possível que estejamos perante uma decoração inglesa produzida exclusivamente para exportação, ou, o que será menos provável, perante uma gravura de produção portuguesa.

 

Assinale-se ainda que na maioria dos exemplares conhecidos este motivo ocorre em peças de louça sanitária.

 

 

© MAFLS


Março 31 2014

 

Quadra de azulejos relevados com decoração policromada de inspiração árabe.

 

Embora os exemplares aqui apresentados não ostentem qualquer inscrição no tardoz, sabe-se que este motivo foi produzido pela FLS como se pode verificar numa página do catálogo de Preços Correntes da Real Fabrica de Louça em Sacavém - Azulejo, de Agosto de 1910.

 

Aí surge reproduzido um padrão semelhante a este, com a designação Arabesco e o número 2-Z, apresentando uma variante com fundo azul-turquesa: http://mfls.blogs.sapo.pt/163888.html.

 

 

© MAFLS


Fevereiro 05 2014

 

Pequena travessa, com cerca de 25,2 x 19,8 cm., apresentando o motivo Estátua estampado a verde sob o vidrado.

 

Como se comprova pela marca, da Real Fábrica, este formato de travessa é um dos mais antigos da FLS.

 

 

© MAFLS

publicado por blogdaruanove às 21:01

Janeiro 11 2013

 

Prato decorado com o motivo Brazil estampado sob o vidrado e vestígios de filetagem a ouro.

 

Note-se a inscrição Gilman & Cta. em conjunto com a marca Real Fábrica de Sacavém.

 

 

© MAFLS

publicado por blogdaruanove às 21:01

Setembro 23 2012

 

Molheira com o motivo Júpiter estampado a azul, sob o vidrado, e filetagem a dourado.

 

Tal como se verifica numa peça já apresentada (http://mfls.blogs.sapo.pt/178960.html), que poderia funcionar quer como azeitoneira quer como base para esta molheira, note-se a marca com a designação Real Fabrica de Sacavem, inscrita no círculo, sobrepujando a designação Gilman & Cta., na base.

 

 

© MAFLS


Julho 09 2012

 

Azeitoneira, ou base para molheira, com o motivo Júpiter estampado a azul, sob o vidrado, e filetagem a dourado.

 

Note-se a marca com a designação Real Fabrica de Sacavem, inscrita no círculo, sobrepujando a designação Gilman & Cta., na base.

 

 

© MAFLS


Março 25 2011

 

Jarro decorado sobre o vidrado com o motivo Outono e filetagem a dourado.

 

O motivo foi estampado a castanho, tendo posteriormente recebido retoques multicoloridos, à mão, sobre a borboleta e os desenhos florais.

 

A marca B. H. S. & C.ª da Real Fabrica de Sacavem foi também estampada sobre o vidrado, não sendo visível qualquer outra marca na pasta.

 

 

© MAFLS


Dezembro 04 2009

 

Pequena travessa em pasta de granito, estampada sob  o vidrado com o motivo Togo.

 

 

© MAFLS


Setembro 10 2009

 

 

Prato estampado em policromia, celebrando o sétimo centenário do nascimento de Santo António de Lisboa (1195-1231), conhecido também como Santo António de Pádua.

 

A imagem evoca um episódio mencionado nos relatos medievais da vida dos santos que se seguiram à  Legenda Aurea, de Jacobus de Voragine (c. 1230-1298), particularmente nos diversos Flos Sanctorum, e que foi fixado para a parenética e para a literatura pelo Padre António Vieira (1608-1697), no seu famoso Sermão de Santo António aos Peixes (1654).

 

A marca Real Fábrica de Sacavém está associada à protecção real concedida à fábrica, particularmente durante a vida do rei consorte D. Fernando II (1819-1885), e à nomeação em 1885 de John Stott Howorth (1829-1893) como Barão Howorth de Sacavém, título que lhe foi concedido por D. Luís I (1838-1889; rei, 1861-1889).

 

A designação "Real" segue a tradição inglesa de atribuição de privilégios a determinadas empresas e fornecedores reais, numa nomenclatura que inclui as designações "Royal", "Purveyor" e "By appointment to".

 

Este prato apresenta uma marca aplicada sobre o vidrado, algo pouco comum na FLS, pelo que este facto, aliado à limpidez da legenda, poderá traduzir uma adopção desta prática no período de  transição para a marca da administração dos herdeiros do Barão Stott Howorth e de James Gilman.

 

 

© MAFLS


mais sobre mim
Outubro 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
12
13
14

16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30
31


pesquisar