Memórias e Arquivos da Fábrica de Loiça de Sacavém

Outubro 06 2013

 

Detalhe da fachada de um edifício da Avenida Pedro Vítor, em Vila Franca de Xira, parcialmente revestida com azulejos da FLS correspondentes ao motivo 14-D.

 

Vejam-se outras variantes de cor deste motivo aqui: http://mfls.blogs.sapo.pt/tag/azulejo+motivo+14.

 

© MAFLS


Abril 11 2010

  

 

Painéis de azulejos do Mercado Municipal de Vila Franca de Xira, representando cenas da lezíria ribatejana, com particular destaque para os touros e os campinos. 

 

Uma fotografia patente no catálogo da exposição Porta Aberta às Memórias, Segunda Edição (MCS, 2009) mostra uma versão não montada do painel reproduzido acima que apresenta, em segundo plano, diferentes figuras e diferente paisagem, bem como uma cercadura completamente diferente. Apresenta ainda em azulejo, abaixo da imagem, uma legenda com o título A Primeira Lição.

 

  

 

O painel de cima encontra-se assinado A. P. Gomes (Álvaro Pedro Gomes, 1894-1974) e o de baixo, com a data de 1930, A. C. M. (António Castro Mourinho, 1892-1963).

 

© MAFLS


Março 12 2010

 

Painéis de azulejos do Mercado Municipal de Vila Franca de Xira, representando um cais de avieiros na lezíria, um pescador e uma varina. O primeiro painel encontra-se assinado com as iniciais A. C. M. (António Castro Mourinho, 1892-1963), Sacavém, estando datado de 1930.

 

Os avieiros e as varinas são exemplos da migração de gentes da zona costeira atlântica para as margens do rio Tejo, pois, como o nome indica, estes grupos são originários, respectivamente, de Vieira de Leiria e de Ovar.

 

Os escritores neo-realistas consagraram a estas gentes e à zona ribeirinha do Tejo algumas das sua páginas mais significativas, tendo Alves Redol (1911-1969) escrito o romance Avieiros em 1942.

 

      

 

No âmbito da recuperação deste edifício, os azulejos foram submetidos a uma acção de inventariação, limpeza e restauro entre os anos de 2000 e 2006.

 

O processo de tratamento,conservação e restauro foi desenvolvido em 2005 e 2006 pelo Instituto Politécnico de Tomar (http://portal.ipt.pt/portal), em colaboração com a fábrica Aleluia, que há alguns anos adquiriu e actualmente administra a também consagrada fábrica, especializada em azulejos, Viúva Lamego (http://www.aleluia.pt/).

 

 

© MAFLS


Março 04 2010

 

Painel alusivo ao Outono que se encontra sobre a entrada poente do mercado municipal de Vila Franca de Xira. Entre este painel e o painel com as armas do município pode-se observar, tal como nos restantes três torreões de entrada, um friso floral de tardia inspiração Arte Nova.

 

Note-se que o brasão do município, executado em 1930 tal como os demais conjuntos azulejares, apenas é encimado por quatro torres. Somente a partir de 1984, data de elevação de Vila Franca de Xira a cidade, passaram estas armas a ostentar cinco torres.

 

 

Abaixo da platibanda e a toda a volta do edifício, rematando os estreitos painéis que ladeiam os diversos portões das lojas, podem ainda apreciar-se repetidamente conjuntos de dezasseis azulejos com um outro motivo Arte Nova.

 

 

© MAFLS


Fevereiro 18 2010

 

 

O mercado municipal de Vila Franca de Xira oferece-nos um dos conjuntos mais notáveis da produção azulejar, pintada à mão, da FLS. Para além da qualidade pictórica das representações figurativas, contribui para essa impressão global o revestimento da sua fachada com painéis figurativos, de diversas dimensões, estrategicamente colocados.

 

O edifício quadrangular apresenta as entradas implantadas de acordo com os pontos cardeais, sendo cada um dos portões encimado por um painel alusivo às quatro estações do ano. Cada um dos ângulos do mercado é encimado e ladeado por painéis alusivos a actividades da região, a que se sucedem painéis da mesma altura, mas mais estreitos, com a ilustração individual de profissões e ocupações do Ribatejo.

 

Temos assim um conjunto único de vinte e quatro painéis de grandes dimensões, complementados por outros painéis mais pequenos, também figurativos, e por cercaduras e frisos florais, sendo particularmente interessantes os frisos de tardia inspiração Arte Nova colocados abaixo da platibanda, entre cada uma das portas, e nos torreões que encimam as entradas.

 

 

Painel de azulejos assinado por A. P. Gomes (Álvaro Pedro Gomes, 1894-1974), e datado de 15 de Maio de 1930, que integra o conjunto de revestimento exterior do mercado municipal de Vila Franca de Xira.

 

 

© MAFLS


mais sobre mim
Fevereiro 2018
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9

11
12
13
15
16
17

19
20
21
22
23
24

25
26
27
28


pesquisar