Memórias e Arquivos da Fábrica de Loiça de Sacavém

Novembro 02 2011

© CDMJA/MCS

 

Folha da década de 1950, com desenho para a decoração número 4 do motivo Quinta da FLS, que se encontra depositada nos arquivos do Centro de Documentação Manuel Joaquim Afonso/Museu de Cerâmica de Sacavém.

 

O motivo Quinta (cf. http://mfls.blogs.sapo.pt/tag/motivo+quinta) apresenta diversas decorações, estando registadas, pelo menos, 25 dessas variantes.

 

Esta folha documenta ainda os diversos formatos, de loiça decorativa e loiça de mesa, em que o motivo se aplicava – "taças para caldo, cazoletas, serviços de chá, bandejas para tortas, b. mãos boneca, copos e canecas para cerveja, pratos parede, fruteiras e jarras pequenas".

 

A reprodução deste desenho da FLS é uma cortesia do CDMJA/MCS.

 

© MAFLS

publicado por blogdaruanove às 21:01

Outubro 27 2011

 

Grande prato de parede, com cerca de 29,2 cm. de diâmetro, pintado à mão sob o vidrado com a variante número 19 do motivo Quinta.

 

 

© MAFLS

publicado por blogdaruanove às 21:01

Setembro 21 2011

 

Prato de parede, formato Aldeia, com o motivo Quinta, variante número 2, pintado à mão sob o vidrado.

 

Vejam-se as nuances da pintura manual, numa taça com o mesmo motivo, em: http://mfls.blogs.sapo.pt/75520.html.

 

 

© MAFLS

publicado por blogdaruanove às 21:01

Julho 19 2011

 

Prato de parede pintado à mão, sob o vidrado, com o motivo Quinta.

 

Datado de 1956, apresenta as iniciais A. S. M., que correspondem ao/à pintor/a.

 

publicado por blogdaruanove às 21:01

Junho 07 2011

 

Travessa, formato Hotel, decorada sob o vidrado com o motivo Quinta.

 

O motivo Quinta foi produzido com diferentes fundos e diversas representações florais em loiça doméstica  (cf. http://mfls.blogs.sapo.pt/tag/motivo+quinta), existindo também em loiça decorativa, como se indica na tabela de Maio de 1960. Aí, entre jarras, vasos, pratos, bengaleiros, caixas para pó de arroz e cinzeiros, surgem referenciadas 36 peças com esta decoração.

 

Note-se a invulgar marca da FLS, que parece ter sido usada durante as décadas de 1950 e 1960, particularmente no motivo Quinta e em algumas peças de exportação.

 

A mais completa referenciação das marcas da FLS surge no catálogo Porta Aberta às Memórias, volume I, editado pelo MCS em 2008, onde estão reproduzidas quase todas as marcas conhecidas, incluindo esta.

 

 

© MAFLS

publicado por blogdaruanove às 21:01

Novembro 07 2010

 

Taça pintada à mão, decorada com o motivo Quinta.

 

 

© MAFLS

publicado por blogdaruanove às 21:01

Setembro 02 2010

 

Pote com tampa, formato Chinês, com decoração manual Quinta número 18.

 

Esta peça corresponderá ao formato "Chinez" do 2.º, referenciado sob o número 360A da tabela de Novembro de 1945, visto medir apenas 16,5 cm de altura.

 

 

© MAFLS

publicado por blogdaruanove às 13:09

Outubro 14 2009

 

Leiteira pintada à mão, com decoração Quinta número 18.

 

 

© MAFLS

publicado por blogdaruanove às 21:01

Setembro 14 2009

 

No período que antecedeu o lançamento da série Arte Nova, a FLS já ensaiava modelos decorativos que procuravam abandonar a herança Art Déco, denotando uma aproximação à modernidade das artes decorativas escandinavas, norte-americanas e europeias em geral.

 

O papel do SPN (Secretariado de Propaganda Nacional; a partir de 1944, SNI), implementado pelo Estado Novo na década de 1930, através de António Ferro (1895-1956), não deixava, contudo, de se fazer sentir, particularmente numa componente do pós-guerra que apelava às tradições populares.

 

Surgiram assim algumas decorações que faziam clara concessão a essas tendências, como é o caso desta decoração, muito próxima da decoração Quinta que se implementou na década de 1950.

 

A tonalidade verde do óxido de ferro é, aliás, uma evocação do cromatismo do vidrado tradicional, assumindo aqui um aspecto inovador pela sua aplicação salpicada que remete para a pintura abstracta, a drip painting e o tachisme, constrastando com a outra decoração delineada e figurativa da taça.

 

 

No Catálogo de Formatos de Loças Domésticas de Maio de 1950 esta taça surge fotografada com prato e denomina-se como Taça para Caldo 2.º, com prato, embora não seja referida em mais nenhum catálogo conhecido, nem quanto ao formato, nem quanto à decoração.

 

Esta poderá mesmo ser uma variante da decoração Quinta, que normalmente apresenta decoração floral, pintada à mão, quer sobre um fundo negro, quer sobre fundo semelhante a este.

 

Repare-se, contudo, que esta peça não apresenta o carimbo Gilman & Cta. comum a essa série com decoração manual, antes apresentando uma inscrição manuscrita que evidencia produção mais restrita e personalizada através da datação e da assinatura com iniciais. 

 

 

© MAFLS

publicado por blogdaruanove às 01:09

mais sobre mim
Maio 2018
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

14
15
16
17
18

20
21
24
25
26

27
28
29
30
31


pesquisar