Memórias e Arquivos da Fábrica de Loiça de Sacavém

Agosto 19 2018

 

Jarra em faiança, com cerca de 28 cm. de altura, sem qualquer marca visível.

 

Como já se referiu aqui (https://mfls.blogs.sapo.pt/227609.html), o alaranjado foi uma tonalidade que, a partir de finais do século XVIII, traduziu um certo sentido revivalista na faiança e até na porcelana.

 

Foi ainda uma tendência cromática frequentemente associada ao período Art Déco, surgindo em Portugal, nessa época, em diversas produções do Carvalhinho, da Lusitânia, da Sacavém e da Vista Alegre.

 

O formato desta jarra, contudo, evidencia uma produção do pós-guerra, sendo possivelmente uma peça produzida nas áreas de Alcobaça ou Caldas da Rainha durante as décadas de 1960 ou 1970, período da Arte Pop em que, mais uma vez, o alaranjado surgiu com frequência no revestimento cerâmico.

 

© MAFLS

publicado por blogdaruanove às 21:01

mais sobre mim
Agosto 2018
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10

12
13
14
15
16
17
18

20
21
22
23
24

26
27
28
29
30
31


pesquisar