Memórias e Arquivos da Fábrica de Loiça de Sacavém

Janeiro 31 2017

 

Bule formato Hotel com a inscrição CHÁ LI-CUNGO aplicada com barbotina em relevo sobre o vidrado.

 

Veja-se um bule do mesmo formato ostentando a mesma legenda, mas aplicada com diferente técnica, aqui: http://mfls.blogs.sapo.pt/152569.html.

 

Note-se que este exemplar apresenta uma pasta argilosa com acabamento acastanhado, muito diferente da generalidade da produção da FLS, mas semelhante a outras peças da fábrica relacionadas com esta bebida, característica também comum a alguma da produção cerâmica inglesa especificamente destinada ao chá.

 

 

Como já foi referido anteriormente, este chá era cultivado em Moçambique e, como se pode comprovar pela embalagem aqui reproduzida, comercializado através da Companhia da Zambézia.

 

Vejam-se outras peças, também com legendas alusivas ao chá, aqui: http://mfls.blogs.sapo.pt/tag/ch%C3%A1.

 

 

© MAFLS

publicado por blogdaruanove às 21:01

Dezembro 15 2013

 

Chávena de chá e pires, formato Hotel, apresentando uma legenda publicitária do Chá Namúli.

 

Esta marca adoptou o nome do famoso monte Namúli, em Moçambique, celebrado pela qualidade do seu chá.

 

A publicidade a distintas marcas de chá – Licungo, Lipton, em outras peças da FLS, já foi aqui documentada: http://mfls.blogs.sapo.pt/230660.html.

 

A presente imagem consta do catálogo da exposição Portuguese Ceramics in the Art Deco Period, realizada nos EUA em 2005, e é da autoria do fotógrafo João Francisco Vilhena (n. 1965).

 

Note-se que a imagem original foi registada em película e posteriormente digitalizada, o que afectou a sua qualidade e não reflecte as características que uma impressão em papel fotográfico oferece.

 

© MAFLS

publicado por blogdaruanove às 21:01

Março 10 2013

 

Açucareiro em formato não identificado com a inscrição CHÁ LIPTON sob o vidrado.


Estas peças, entre as quais se conhecem açucareiros, bules e chávenas com pires apresentando referências a outras marcas de chá, destinavam-se a ser oferecidas aos consumidores do respectivo produto mediante a aquisição de uma determinada quantidade do mesmo.


Como se sabe a marca Lipton ainda se encontra no mercado mundial (http://www.liptontea.com/), sendo os seus produtos também comercializados em Portugal (http://www.lipton.pt/gateway/).


Veja-se um bule, formato Hotel, com publicidade ao chá Licungo aqui: http://mfls.blogs.sapo.pt/152569.html, e dois artigos sobre o mesmo chá e similares peças da FLS aqui: http://garfadasonline.blogspot.pt/search/label/Ch%C3%A1%20Li-cungo.  


Vejam-se ainda dois artigos sobre a devoção ao chá Licungo aqui: http://entrelinhastortas.blogspot.pt/2009/05/chaleira.html, e aqui: http://entrelinhastortas.blogspot.pt/2009/05/licungo.html

 

 

© MAFLS

publicado por blogdaruanove às 21:01

Fevereiro 10 2012

 

         

 

Bule formato Hotel com a inscrição CHÁ LI=CUNGO sob o vidrado.

 

Conhecem-se outras peças da FLS com inscrições relativas a diferentes marcas de chá – na exposição Portuguese Ceramics in the Art Deco Period, realizada nos EUA em 2005, foi exibida uma chávena de chá e pires, formato Hotel, com a inscrição CHÁ-NAMÚLI, e na exposição 150 Anos – 150 Peças, Fábrica de Loiça de Sacavém, realizada em 2006 no Museu de Cerâmica de Sacavém, foi exibido um bule com a inscrição CHÁ LIPTON.

 

Veja-se um artigo, em inglês, sobre a maior região moçambicana produtora de chá – Gurué (antiga Vila Junqueiro), a que esta marca, a marca Namúli, e outras, se encontravam ligadas, nesta página: http://en.wikipedia.org/wiki/Gurúè.

 

 

© MAFLS

publicado por blogdaruanove às 21:01

mais sobre mim
Maio 2018
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

14
15
16
17
18

20
21
24
25
26

27
28
29
30
31


pesquisar
 
subscrever feeds