Memórias e Arquivos da Fábrica de Loiça de Sacavém

Novembro 21 2009

 

Tigela formato Francês com tampa e decoração geométrica aerografada, número 506.

 

O registo desta decoração existente no CDMJA refere que a mesma se destina a "tijelas lisas c/ tampa e Francez".

 

A decoração geometrizante com quadrados e círculos foi particularmente popular durante a década de 1930, sendo comum em azulejos que combinavam estas formas em  várias cores e tonalidades. Ainda hoje é possível observar uma variante dessas combinações geométricas no revestimento em azulejo da estação de Alcântara-Terra, em Lisboa.

 

Nessa mesma década, um dos principais técnicos da secção era Joseph Clemens (datas desconhecidas), que veio da Alemanha para se encarregar do recorte (abertura) das chapas metálicas para decoração a aerógrafo. Segundo o seu filho, Walter Clemens (1934-2007), estas chapas eram em estanho e zinco.

 

Uma lista dactilografada da Secretaria-Geral da FLS intitulada "Estrangeiros que estiveram ao serviço da fábrica em diversos sectores de trabalho", datada de 1971 e depositada no CDMJA, refere que Joseph Clemens, conhecido entre os trabalhadores como José Alemão, entrou ao serviço da fábrica em 15 de Setembro de 1926, como abridor de chapas, aí tendo permanecido até 1971.

 

 

© MAFLS

publicado por blogdaruanove às 21:01

mais sobre mim
Maio 2018
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

14
15
16
17
18

20
21
24
25
26

27
28
29
30
31


posts recentes

Tigela com Tampa

pesquisar