Memórias e Arquivos da Fábrica de Loiça de Sacavém

Novembro 09 2010

 

Azulejo estampado a verde e castanho sob o vidrado.

No tardoz apresenta a inscrição "SACAVEM" e o número "10", em relevo.

 

Esta curiosa decoração, que ora evoca fibras naturais ora veios minerais, recorda ainda em particular os espécimes portugueses de algas marinhas e fluviais recolhidos num álbum publicado no Porto em finais do século XIX – Á Beira Mar (1889), de Eduardo Sequeira (1861-1914).

 

Abaixo pode ver-se uma das páginas desse álbum com uma das algas fluviais recolhidas no rio Douro.

 

 

© MAFLS

publicado por blogdaruanove às 21:01

mais sobre mim
Maio 2018
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

14
15
16
17
18

20
21
24
25
26

27
28
29
30
31


posts recentes

Azulejo

pesquisar