Memórias e Arquivos da Fábrica de Loiça de Sacavém

Maio 15 2012

 

Coincidindo com o Dia Internacional dos Museus, o Museu de Cerâmica de Sacavém inaugurará no próximo dia 18 de Maio uma exposição itinerante anteriormente apresentada em Aveiro e na Figueira da Foz – A Arte Nova nos Azulejos em Portugal, evento que permitirá aos visitantes contactar com uma das mais importantes colecções azulejares privadas do nosso país.

 

Este evento retoma, de uma forma mais selectiva e centrada no estilo Art Nouveau (também conhecido como Jugendstil, Liberty StyleSezession, Stile Liberty, consoante os países onde se desenvolveu), parte do acervo anteriormente apresentado no MCS durante a exposição Azulejos de Sacavém: Colecção de Feliciano David e Graciete Rodrigues, realizada em 2001.

 

Entre os mais de milhar e meio de exemplares a serem actualmente exibidos, encontra-se representada quer a produção azulejar nacional, através das fábricas Bordalo Pinheiro, Carvalhinho, Constância, Desterro, Devesas, Fonte Nova, Lusitânia e Sacavém, quer a produção de diversos países europeus – Alemanha, Bélgica, Espanha, França e Inglaterra.

 

Embora este exemplar não integre a exposição, pode observar-se abaixo um azulejo da fábrica inglesa H&R Johnson (http://www.johnson-tiles.com/Comm/Consumer.aspx), de inspiração Liberty Style e com a referência 498, datável de princípios do século XX.

 

Sobre as características deste estilo fez o escritor e diplomata Manuel Teixeira Gomes (1860-1941; presidente da República, 1923-1925), a seguinte breve observação, no seu conto Profecia Certa (in Gente Singular, 1909):

 

"Ornamentação "liberty" na sua clara tonalidade preferida que funde o verde-mar em rosa pálido."

 

 

© MAFLS

publicado por blogdaruanove às 13:09

mais sobre mim
Maio 2018
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

14
15
16
17
18

20
21
24
25
26

27
28
29
30
31


pesquisar