Memórias e Arquivos da Fábrica de Loiça de Sacavém

Setembro 01 2016

 

 

Molheira em faiança, formato Paris (http://mfls.blogs.sapo.pt/tag/formato+paris), sem marca da FLS mas indubitavelmente da sua produção, com as dimensões aproximadas de 8,2 x 21,8 x 14,6 cm.

 

Esta molheira seria complementada com uma concha, que neste exemplo ostenta diferente decoração floral, embora seja também característica do século XIX, deste tipo: http://mfls.blogs.sapo.pt/concha-313780.

 

Entrando hoje no seu oitavo ano de publicação, o espaço MAFLS continuará a divulgar com alguma periodicidade, agora semanal, peças de cerâmica portuguesa.

 

A exemplo dos últimos dois anos, essa apresentação centrar-se-á, predominantemente, na produção de outras fábricas em detrimento daquela que foi desenvolvida pela Fábrica de Loiça de Sacavém.

 

Pontualmente, contudo, serão ainda reproduzidas peças desta fábrica fundada, de acordo com a documentação actualmente conhecida, há cento e sessenta anos.

 

 

© MAFLS

publicado por blogdaruanove às 01:09

Março 29 2014

 

Molheira, formato Inglês, com decoração floral policromática estampada por decalcografia.

 

Para além da mancha decorrente da absorção de líquidos e gorduras, note-se como é possível observar, à esquerda, a mancha alargada e angulosa da decalcografia floral.

 

 

© MAFLS

publicado por blogdaruanove às 21:01

Janeiro 07 2013

 

Molheira formato Redondo com decoração floral pintada à mão, sob o vidrado.


Um prato coberto, com o mesmo motivo, pode ser visto aqui: http://mfls.blogs.sapo.pt/199292.html, e um prato raso aqui: http://mfls.blogs.sapo.pt/193490.html.



© MAFLS

publicado por blogdaruanove às 21:01

Setembro 23 2012

 

Molheira com o motivo Júpiter estampado a azul, sob o vidrado, e filetagem a dourado.

 

Tal como se verifica numa peça já apresentada (http://mfls.blogs.sapo.pt/178960.html), que poderia funcionar quer como azeitoneira quer como base para esta molheira, note-se a marca com a designação Real Fabrica de Sacavem, inscrita no círculo, sobrepujando a designação Gilman & Cta., na base.

 

 

© MAFLS

publicado por blogdaruanove às 21:01

Julho 03 2011

 

Molheira decorada com o motivo 7082, em decalcografia sobre o vidrado, e filetagem dourada.

 

Para encontrar na produção da FLS outros exemplos de decoração com folhagem, motivos  populares na cerâmica europeia e americana do pós-guerra, veja-se http://mfls.blogs.sapo.pt/tag/momiji.

 

Veja-se também outro exemplar com o mesmo formato, mas com diferente motivo, em http://mfls.blogs.sapo.pt/48506.html.

 

 

© MAFLS

publicado por blogdaruanove às 21:01

Fevereiro 19 2011

 

Molheira formato Berlim, em pasta azul, decorada com o motivo 622 a esmalte azul sobre o vidrado e filetagem a dourado.

 

Vejam-se outras molheiras em: http://mfls.blogs.sapo.pt/tag/molheira.

 

 

© MAFLS

publicado por blogdaruanove às 21:01

Dezembro 23 2010

 

Molheira fabricada em pasta verde.

 

Conforme se pode verificar na tabela de preços de 1938, a FLS fabricava serviços para jantar, chá, café e pequeno-almoço em pasta azul, branca, marfim e verde. Talvez porque a cor não fosse muito popular e a procura destes serviços fosse inferior, as peças em pasta verde são aquelas que aparecem com menos frequência no actual mercado de antiguidades.

 

Este exemplar não surge no catálogo de formatos de Maio de 1950, onde estão ilustrados onze formatos de molheiras – Aldeia, Berlim, Coimbra, Concha, Duplo, Estoril, Império, Inglês, D. João V, Paris e Redondo.

 

De acordo com a tabela de 1938, os únicos serviços para jantar então fabricados em pasta verde eram do formato Avenida ou do formato Coimbra, os quais também se produziam em pasta azul.

 

No entanto, esta molheira não corresponde ao formato Avenida.

 

 

© MAFLS

publicado por blogdaruanove às 21:01

Dezembro 09 2010

 

Molheira decorada com decalcografia e filete azul pintado à mão sobre o vidrado.

 

Embora esta peça não se encontre marcada, corresponde ao formato Inglês ilustrado no catálogo de Maio de 1950.

 

© MAFLS

publicado por blogdaruanove às 21:01

Junho 06 2010

 

Molheira decorada com o motivo 1811, em decalcografia, e filete dourado.

 

 

© MAFLS

publicado por blogdaruanove às 21:01

Março 06 2010

 

Molheira decorada com decalcografia e filete a esmalte, sobre o vidrado.

 

Este modelo não se encontra reproduzido no Catálogo de Formatos de Loiças Domésticas, de Maio de 1950.

 

É provavelmente um modelo posterior a esta data, até porque a decoração com motivos outonais foi muito popular na  cerâmica europeia e americana do pós-guerra, tendo a VA produzido também peças com estes motivos.

 

É possível que estes motivos e estas tonalidades decorativas tenham tido grande divulgação e aceitação nos EUA na sequência do período de ocupação militar aliada do Japão, subsequente à II Guerra Mundial, e do regresso dos veteranos americanos.

 

 

A este propósito refira-se que, desse período (1945-1952), existem várias peças de cerâmica japonesa de exportação que ostentam a marca Made in Occupied Japan, normalmente impressa a esmalte sobre o vidrado.

 

O Outono e o peculiar colorido da folhagem nesse período, que em japonês se podem referir pela mesma palavra, momiji, são particularmente apreciados no Japão, onde, durante os séculos XIX e XX, surgiam frequentemente representados em xilogravuras.

 

O coleccionismo de xilogravuras japonesas teve, desde a segunda metade do século XIX, grandes entusiastas nos EUA, entre os quais o famoso arquitecto Frank Lloyd Wright (1867-1959; cf. http://en.wikipedia.org/wiki/Frank_Lloyd_Wright), que chegou a desenhar um serviço modernista de porcelana, com formas geométricas, para o Imperial Hotel (1923-1968; cf. http://en.wikipedia.org/wiki/Imperial_Hotel,_Tokyo), em Tóquio.

 

 

© MAFLS

publicado por blogdaruanove às 21:01

mais sobre mim
Setembro 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30


arquivos

Setembro 2019

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

pesquisar